Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de julho de 2024

Uso de sapatos, botas ou botinas poderá ser obrigatório aos motociclistas


Por Mariana Czerwonka Publicado 05/11/2022 às 11h15 Atualizado 08/11/2022 às 21h01
Ouvir: 00:00

O objetivo de obrigar o uso de sapatos, botas, botinas ou similares para motociclistas é a proteção e segurança do usuário.

Definir como obrigatório o uso de sapatos, botas, botinas ou similares para motociclistas e passageiros. Esse é o tema do Projeto de Lei 2698/22 que começou a tramitar na Câmara dos Deputados.

De acordo com a proposta, o objetivo é alterar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) para dispor sobre a proteção dos pés dos condutores e passageiros de transporte por motocicletas, motonetas e ciclomotores. Conforme o PL, os motociclistas e passageiros só poderão circular nas vias se estiverem utilizando sapatos, botas, botinas ou similares. A intenção é complementar aspectos relativos à segurança de quem anda de moto.

Atualmente, o CTB diz que os condutores de motocicletas, motonetas e ciclomotores só podem circular nas vias usando vestuário de proteção, de acordo com as especificações do Contran. No entanto, essa regulamentação do Contran ainda não existe, o que pode colocar os motociclistas em risco.

Conforme o autor do PL, o deputado Gonzaga Patriota (PSB/PE), o CTB estabelece normas de conduta, infrações e penalidades para os diversos usuários desse complexo sistema.

“Nesse sentido, o objetivo da proposta é o reforço à segurança do usuário do transporte sobre duas rodas, em especial, motocicletas, motonetas e ciclomotores, com uma maior proteção para os membros inferiores (os pés) dos condutores e passageiros”, justificou.


Leia também:

Por que é proibido dirigir de chinelo? Entenda! 

Vestuário

Apesar de ainda não haver uma determinação legal, roupas adequadas oferecem uma boa proteção em caso de queda, além de proteger das intempéries e das partes quentes e móveis da motocicleta.

“O ideal é proteger também braços e pernas, com uma boa liberdade de movimentos. No entanto, não pode haver folgas que se agitem com o vento”, explica Eliane Pietsak, pedagoga especialista em trânsito.

Segundo ela, existem jaquetas que proporcionam proteção à coluna vertebral. Além disso, as roupas em couro oferecem a proteção ideal. “O tecido “jeans” também oferece uma boa proteção, com a conveniência de ter um custo menor”, argumenta.

Já calçados adequados protegem os pés do motociclista, que estão sempre muito expostos, além de proporcionar bom apoio.

Veja dicas da especialista:

  • Botas de cano alto protegem os tornozelos.
  • Solas de borracha dão maior aderência.
  • Precisa ter um pequeno salto, para firmar o pé na pedaleira.
  • Se houver cordões, cuidar para que não se enrosquem na moto.

Tramitação

O PL foi apresentado recentemente e aguarda despacho do presidente da Câmara dos Deputados.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *