Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

Riscos de sinistros de trânsito são minimizados com os redutores de velocidade

O objetivo maior dos redutores de velocidade é minimizar riscos de sinistros de trânsito.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 17/02/2023 às 18h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00

São José dos Pinhais, cidade da Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná, recentemente instalou novos radares e redutores de velocidade. Os pontos foram escolhidos após estudos prévios realizados, onde constatou-se a necessidade de implantação por diferentes motivos. Como, por exemplo: riscos de acidentes ou acidentes já ocorridos, motoristas trafegando com velocidade acima do recomendado para a via, avanço frequente de sinal vermelho e parada sobre a faixa de pedestres.

De acordo com a prefeitura de São José dos Pinhais, o objetivo maior dos redutores de velocidade é minimizar riscos de sinistros de trânsito (acidentes), envolvendo os principais fatores:

“Respeitar os redutores de velocidade é dirigir defensivamente e estar sempre atento à direção. São atitudes permanentes do condutor que deverá observar, prever e decidir sobre as condições no trânsito, evitando envolver-se em acidentes. Respeitar os redutores de velocidade é respeitar a vida e o espaço do outro”, orientou o órgão.

Direção defensiva

Ainda conforme a Prefeitura, quando o motorista dirige de forma defensiva, ele não apenas está valorizando sua vida e de seus entes. Ele também está contribuindo para que a vida das outras pessoas seja preservada. “As cidades crescem muito a cada ano, a população aumenta e a frota veicular também. No entanto, as ruas e estradas permanecem as mesmas. Desta forma é imprescindível que intervenções que visem a segurança, a fluidez e o direito de ir e vir de todos sejam tomadas. Por esse motivo, a importância da implantação de equipamentos como redutores de velocidade”, diz o órgão.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% dos acidentes de trânsito são evitáveis. Ou seja, quase 100% dos acidentes acontecem por falha humana, seja por imprudência, imperícia ou negligência. A OMS aponta que 6% dos acidentes acontecem por falhas nas vias. Nesse sentido, é dever dos órgãos de trânsito municipais, estaduais e federais, envidar esforços por meio de intervenções que possam efetivamente fazer com que minimizem esses dados.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *