Notícias

Notícias

GNV deve ficar 50% mais barato a partir de 1º de maio 

Os motoristas pernambucanos poderão ter uma economia de até 50% com o Gás Natural Veicular, O GNV. Pelo projeto de lei enviado pelo governador Eduardo Campos à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o produto deverá ter isenção de ICMS. A medida deve entrar em vigor em 1º de maio deste ano, estimando-se o incentivo do aumento de cerca de 50% no número de veículos movidos a gás natural. Além da isenção, será disponibilizada uma linha de crédito para a renovação da frota pela Caixa Econômica. O valor do metro cúbico do GNV no mercado é de R$ 1,869, em média. Com a desoneração do imposto, de acordo com estimativas da Copergás, o preço deverá cair para R$ 1,679, um desconto de R$ 0,19 no preço da tarifa. A cunha tributária incidente no produto é de 17%, sendo de 12% do estado produtor e os outros 5% competem ao Estado. A renúncia de uma receita da estadual será R$ 12 milhões por ano. “Para um taxista que roda 100 quilômetros por dia, pode significar uma redução de R$ 15 a R$ 19 no seu custo diário. Isso porque estamos tirando os 5% sobre imposto que recaía no gás, bem como fizemos com o diesel, que é essencialmente utilizado pelos ônibus. A nossa preocupação está em fazer a desoneração sem impactar no preço da passagem dos ônibus ou na tarifa dos táxis”, disse o governador Eduardo Campos. O bônus no valor de R$ 500 para a conversão do cilindro e instalação do kit de GNV – combustível menos poluente permanece. “Essa é uma ação para permitir que o táxi seja viável e acessível para mais pessoas. Ou seja, essa medida vai favorecer a melhoria de um transporte que queremos que seja mais e mais usado e compartilhado, que é uma experiência que muitas cidades estão usando, para que as pessoas possam enxergar no táxi uma alternativa, ao lado dos ônibus, dos metros e da bicicleta”, completou Eduardo Campos. Além dos taxistas, categorias como as de transporte escolar e demais motoristas comuns poderão ser beneficiados com a conversão dos motores para o uso do gás, lembra o secretário de Desenvolvimento Econômico, Márcio Stefanni Monteiro. Fonte: Diario de Pernambuco.com

Artigos Recomendados Para Você

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Politica de Privacidade.

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']