Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de fevereiro de 2024

Governo lança campanha para diminuir mortes no trânsito


Por Mariana Czerwonka Publicado 14/09/2012 às 03h00 Atualizado 09/11/2022 às 00h05
 Tempo de leitura estimado: 00:00

O trânsito mata a cada ano, nas ruas e nas estradas do País, cerca de 42 mil pessoas, de acordo com dados do Ministério das Cidades. Para combater o problema, o governo federal lançou nessa quinta-feira, na capital paulista, uma campanha para conscientizar os motoristas sobre os riscos de acidentes e sobre a necessidade de uma direção segura para evitar que os números aumentem. A campanha faz parte do pacto Nacional pela Redução de Acidentes (Parada) firmado com a Organização das Nações Unidas (ONU). O Instituto Emerson Fittipaldi e a Federação Internacional de Automobilismo (Fia) são parceiros do governo nessa luta contra as mortes no trânsito. Para divulgar a campanha, as duas entidades trouxeram para o Autódromo de Interlagos a prova internacional World Endurance Championship – 6 Horas de São Paulo, que ocorrerá no próximo sábado (15). “Para nós, é muito importante lançar essa campanha de consciência em segurança de trânsito. Isso é algo que começou quando o Jean Todt assumiu a presidência da Fia. A preocupação com a melhoria da segurança no trânsito existe no mundo todo e, no Brasil, esse é um momento muito importante para a campanha. O apoio do governo é muito importante para o futuro de todos que usufruem do trânsito e dos riscos que existem”, disse o bicampeão de Fórmula 1, Emerson Fittipaldi. O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, explicou que o objetivo do pacto firmado com a ONU é diminuir em 50% os acidentes. Segundo ele, a movimentação do Instituto Fittipaldi e da Fia foi uma ação de extrema convergência com os objetivos do governo e suas medidas. “Por isso estamos aqui hoje (quinta-feira) para, às vésperas da Semana Nacional do Trânsito, que se inicia em 18 de setembro, firmar essa parceria com esse apelo de reduzir o número de 42 mil vidas perdidas no trânsito”, disse o ministro. Ribeiro declarou ainda que a campanha pretende acima de tudo mudar a cultura e os hábitos do motorista, fazendo com que aqueles que dirigem um carro na cidade ou na estrada entendam que é importante não beber e não correr. “Nós começamos agora, e vamos ter uma série de trabalhos não só chamando para conscientização como na educação”, ressaltou. O ministro destacou que o desafio e o objetivo é fazer campanhas permanentes, com envolvimento de pessoas como o Emerson Fittipaldi, para sensibilizar mais personalidades que são referências para a sociedade, além do engajamento de todos os departamentos de Trânsito (Detrans) do país, dos governos estaduais, as prefeituras e a Justiça. “A diferença que queremos fazer, a partir de agora, é que a questão do trânsito passa a ser uma preocupação permanente do governo ainda mais do que já era, agora com uma política definida”, disse. Com informações da Agência Brasil

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *