Notícias

Notícias

Licitação de ônibus interestaduais pode reduzir tarifas 

Licitação de ônibus interestaduais pode reduzir tarifas
O motorista cujo exame indicar qualquer concentração de álcool no organismo não poderá exercer a jornada de trabalho do dia.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres anunciou a primeira rodada de licitação das linhas de ônibus interestaduais. É a promessa de preços mais baratos para os passageiros.

Nos leilões a regra será: vence que oferecer a menor tarifa. E a outra vantagem importante para os passageiros: a cobrança por melhores serviços e também a qualidade deve melhorar. Hoje as empresas de ônibus interestadual operam com autorizações especiais antigas e cheias de irregularidades.

Tem reclamação de tudo que é jeito. “De São paulo para cá é tudo tranquilo. Mas daqui para lá tem até barata, que a gente acha dentro do ônibus, entendeu? É sujo, o banheiro é muito sujo”, conta a aposentada Marilene Souza Nobre.
“Quarenta e oito reais de Goiânia até aqui é muito caro. Muito caro, eu achei”, reclama a dona de casa Doralice Rodrigues.

“Era para chegar às cinco horas e chegou esse horário, quase sete”, diz o estudante Leonardo Valadares.
As empresas de ônibus que fazem viagens interestaduais, atualmente, têm autorizações especiais para circular. Transportam por ano 54 milhões de passageiros. Se quiserem continuar, terão que vencer o processo de licitação, marcado para abril de 2014.

Hoje são 2.110 linhas. Entre as mais procuradas estão as das rotas São Paulo-Rio de Janeiro, Recife-João Pessoa, Brasília- Goiânia. A ideia é de que sejam incluídos 935 novos trechos, e que pequenas companhias, que enfrentam problemas estruturais, saiam de circulação.

Hoje são 250 empresas no mercado. Serão 54, no máximo, segundo a Agencia Nacional de Transportes Terrestres. Vence o leilão quem oferecer a menor tarifa. Os contratos serão de 15 anos, sem prorrogação.

Outras duas exigências: ônibus com idade média de cinco anos e motoristas com qualificação.

Até o leilão continua tudo como está. Seu José Machado, que viajou sem cinto de segurança, porque não tinha, e com o motorista abusando da velocidade, não tem dúvida: “Eu acho que precisa melhorar. Acho que é preciso arrumar qualidade Fifa para essas coisas também”, diz.

​​De acordo com a ANTT, o leilão para serviço de linhas interestaduais está previsto para abril de 2014.

Fonte: Globo.com


Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *