Notícias

Notícias

Lombadas eletrônicas não pararam de emitir multas em Curitiba 

Ao contrário dos radares de trânsito, que estão inoperantes há pouco mais de um mês, as lombadas eletrônicas instaladas em Curitiba continuam emitindo multas por excesso de velocidade.

A decisão judicial que havia determinado o desligamento dos radares em dezembro, não atingiu as barreiras eletrônicas. Desde então o número de infrações cresceu 24%.

De acordo com a Urbanização de Curitiba S.A. (URBS), empresa responsável pelo gerenciamento do trânsito na capital, só em dezembro, 3.100 motoristas foram flagrados pelas lombadas eletrônicas acima do limite máximo de velocidade permitido. A média mensal, antes do desligamento dos radares, era de 2.500 multas.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *