Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

99 e BYD apresentam 300 novos veículos e ampliam oferta de carros elétricos por app em SP

O Acordo Ambiental São Paulo tem como objetivo incentivar empresas paulistas, associações e municípios a assumirem compromissos voluntários de redução de emissão de gases de efeito estufa.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 08/07/2023 às 13h30
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Em novo marco da eletrificação de frota para passageiros no Brasil, a 99 e a BYD, número um do mundo na fabricação e comercialização de carros elétricos, anunciaram hoje (05/07) a chegada de 300 D1s EV, primeiro veículo elétrico feito sob medida para atender o mercado de transporte por aplicativo. 

A parceria, que faz parte das ações da Aliança pela Mobilidade Sustentável, criada e liderada pela 99 ao lado de mais 12 empresas de diferentes áreas, antecipa em seis meses a meta de entregar mil carros elétricos, antes estipulada até o final de 2023. Com isso, passa a oferecer a maior frota de veículos elétricos do País, tendo São Paulo como cidade pioneira da iniciativa.

Além de integrar o Pacto Global, da Nações Unidas (ONU), a BYD aderiu ao Acordo Ambiental São Paulo, que tem como objetivo incentivar empresas paulistas, associações e municípios a assumirem compromissos voluntários de redução de emissão de gases de efeito estufa.

Os 300 automóveis estarão disponíveis para locação por motoristas parceiros da 99 entre julho e outubro deste ano e contarão com parte do valor do aluguel subsidiado pela plataforma, como forma de tornar a iniciativa mais acessível. 

O projeto conta com a atuação direta da Dahruj Rent a Car, locadora responsável pela aquisição dos 300 veículos. Também do Santander, que financiou a operação; e a IturanMob, eixo global de mobilidade da Ituran Brasil, líder global em monitoramento veicular, que será a plataforma tecnologia para a gestação da frota e do carregamento pela qual os motoristas parceiros da 99 poderão locar os automóveis de forma digital e simplificada.

O Santander Brasil, banco líder no financiamento automotivo no país e membro da Aliança, é o responsável financeiro da operação. Além disso, responsável pela condição especial de crédito para aquisição dos veículos. O foco estratégico da instituição financeira, com sua entrada no grupo encabeçado pela 99, é fomentar a mobilidade elétrica. 

“A BYD atualmente é a maior fabricante global de veículos verdes. Estamos trazendo para o Brasil um modelo de projeto de sucesso realizado em Shenzhen, na China, onde desenvolvemos o D1. A iniciativa aumentou a circulação de veículos elétricos na cidade, que agora representam 14% do total, correspondendo a 480 mil veículos. Essa parceria com a 99 tem como objetivo promover mais sustentabilidade e tecnologia à mobilidade urbana local e queremos expandir essa aliança para termos cada vez mais carros elétricos pelas ruas de São Paulo. Estamos confiantes de que este será mais um caso de sucesso para a BYD no mundo”, afirma Stella Li, CEO da BYD Américas e Vice-Presidente Executiva da empresa.

“Este é mais um importante passo rumo a cidades mais inteligentes e sustentáveis. Com os veículos D1 EV, trabalhamos para que São Paulo –  metrópole escolhida para receber o projeto – seja hub inicial para veículos de matriz energética limpa. Dessa forma, sendo mais acessíveis aos motoristas parceiros da 99 tanto em termos financeiros quanto de infraestrutura. Também, com base nas experiências com o D1 na China, estamos aptos a falar sobre o que realmente funciona, em termos práticos, para os motoristas parceiros e passageiros. Assim como, para a indústria como um todo”,  afirma Thiago Hipolito, diretor de inovação e líder do DriverLAB na 99.

Futuro da mobilidade para passageiros e motoristas

Aos passageiros, o design das portas deslizantes facilita o embarque e o desembarque rápido e seguro. O D1 vem com tecnologias de assistência ao condutor com configurações de segurança top de linha, incluindo piloto automático adaptativo (ACC), frenagem de emergência autônoma (AEB), alerta de saída de faixa (LDW) e aviso de colisão com pedestres (PCW). Adaptações aos motoristas incluem um assento com design ergonômico, ideal para longos períodos de direção, e uma configuração mais amigável de espaço.

Com 4.390 mm de comprimento, 1.850 mm de largura e 1.650 mm de altura, o BYD D1 oferece porte de SUV médio. Enquanto o entre-eixos de surpreendentes 2.800 mm remete aos sedãs grandes de luxo. O motor elétrico entrega 136 cv de potência e 18,3 kgfm de torque máximo e a velocidade máxima é limitada em 130 km/h. Nesse sentido, as modernas baterias Blade com 53 kWh de capacidade garantem autonomia para até 418 km NEDC ou 258 km no ciclo PBEV (Inmetro). Assim, gerando uma economia do custo operacional dos motoristas parceiros em até 80% em comparação aos veículos a combustão.  

Esses recursos são combinados com um painel de interação com o motorista, com assistente de voz a bordo e um volante inteligente. O carro também integra todo o fluxo de serviço de recepção de corridas. Desde a verificação do motorista, embarque e desembarque até o pagamento e atendimento ao cliente.

BYD, carros elétricos e a Aliança pela Mobilidade Sustentável 

A BYD passou a fazer parte da Aliança pela Mobilidade Sustentável em julho de 2022. Ou seja, em um ano de atuação, a parceria entre as 12 empresas –  BYD, Banco Santander, CAOA Chery, Movida, Unidas, Raízen, Enel X Way, EzVolt, Tupinambá Energia, Banco BV, Zletric, entre outras empresas do ecossistema de eletrificação – investiu mais de R$ 35 milhões. 

Apenas entre os meses de abril de 2022 e maio de 2023, evitou-se lançar na atmosfera 251 toneladas de CO2 na atmosfera graças ao trabalho feito pela Aliança. Isso proporcionou a mais de 250 mil passageiros a experiência de utilizar um veículo elétrico. Estes números demonstram a força da coalizão e o impacto gerado na sociedade. Dessa forma, reforçando o compromisso de alinhar-se com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Além disso, garantindo acesso a energia limpa e acessível (ODS Nr. 7), além de tornar as cidades e comunidades mais inclusivas bem como sustentáveis. 

Contribuindo para a liderança crescente em veículos eletrificados, a Aliança alcançou marcos importantes. Como, por exemplo, a adição de novos parceiros, a inauguração do primeiro posto de recarga 100% elétrico do Brasil, o acesso facilitado a veículos eletrificados por meio de descontos em aluguel de carros e testes realizados em sete modelos distintos de veículos eletrificados. 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *