Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

23 de fevereiro de 2024

Como se pilota um balão? 

O balão de ar quente foi criado em 1783, na França. Você sabia que este é o veículo aéreo mais antigo da história? Conheça mais sobre essa história!


Por Accio Comunicação Publicado 14/01/2024 às 13h30
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Antes de mais nada, o balão de ar quente foi criado em 1783, na França e é o primeiro meio de transporte aéreo da história da humanidade.  

Além disso, o balão é feito com três partes principais: envelope, maçarico e cesto. Sendo assim, o envelope, como é chamado o balão, é feito de nylon rip-stop (material que não rasga facilmente) e é impermeabilizado com resina antifogo. 

aerostato-de-balao
Foto: Freepik

No balão existe um maçarico de duas bocas, botijões de gás propano e também os instrumentos de orientação. E o cesto, local onde as pessoas ficam, é de vime, um material que absorve o impacto do pouso. 

Contudo, a parte do envelope próximo ao maçarico é feito de nomex, uma fibra resistente a chamas e altas temperaturas. Trata-se do mesmo material usado nos macacões de bombeiros e pilotos de fórmula 1, sendo capaz de resistir a 400ºC. 

Como se pilota um balão? 

No local da decolagem, o balão é inflado com ar ambiente por uma grande ventoinha movida a gasolina. Assim, quando esse ar ocupar cerca de 60% do espaço do balão, liga-se o maçarico e, após passar de 60 graus, o balão já pode decolar. 

Quando o balão decola, o piloto pode controlar a altura do balão, utilizar mapas, bússola, altímetro, variômetro e termômetro para se informar do que deve ou não fazer. Entretando, ainda que o piloto tenha controle da altitude, o balão flutua guiado pelo vento, pois não há total domínio dos movimentos no ar. 

Já para descer, o piloto deve abrir uma tampa em forma de paraquedas que solta o ar quente e faz com que o ar frio entre pela boca do balão, diminuindo deste modo a densidade do ar interno. 

Quem pode pilotar um balão? 

Segundo o Ministério da Infraestrutura, Trânsito e Transportes, os requisitos para obter licença para exercer a atividade de Piloto de Balão Livre são: 

  • 18 anos de idade; 
  • certificado de conclusão do ensino médio. 

Além disso, o candidato a uma licença de Piloto de Balão Livre deverá comprovar

  • a aprovação no exame teórico da ANAC ou aprovado pela ANAC para a licença de piloto de balão livre; 
  • ter recebido instrução de um instrutor de voo devidamente habilitado de uma associação credenciada segundo o Regulamentos Brasileiros da Aviação Civil (RBAC), nº 183 ou em Centro de Instrução de Aviação Civil (CIAC), certificado pela ANAC. Ao término da instrução, o instrutor de voo é responsável por endossar o Certificado de Inspeção Veicular (CIV), do aluno; 
  • ter cumprido a experiência prática requerida, conforme a seção 61.181 do Regulamentos Brasileiros da Aviação Civil (RBAC); 
  • aprovação no exame prático, conforme a seção 61.183 do Regulamentos Brasileiros da Aviação Civil (RBAC); 
  • possuir Certificado Médico Aeronáutico (CMA) de segunda classe ou superior válido; 
  • possuir quitação eleitoral e militar (esta última para pessoas do sexo masculino). 

Gostou de saber sobre como se pilota um balão? Compartilhe nos comentários a sua opinião! 

Leia também no Portal do Trânsito: 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *