Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

24 de fevereiro de 2024

Férias: veja como Mobilidade Inteligente pode prevenir acidentes nas estradas

O uso de algoritmos para fazer análises sobre o comportamento dos condutores é uma excelente ferramenta de prevenção de acidentes.


Por Pauline Machado Publicado 27/12/2023 às 15h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00

De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal, os meses de dezembro e janeiro que contemplam não apenas as festas de final de ano, mas, também, as férias de verão, acarretam em um aumento de até 50% na circulação de veículos em vias e rodovias nacionais. Isso resulta em um maior número de sinistros também.

Conforme a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), entre 2014 e 2020, aconteceram 283.551 acidentes – somente nas rodovias federais. Foram 247.475 feridos e 14.551 vítimas fatais. O mais impressionante é a principal causa das ocorrências, a “falta de atenção à condução”, que representa 76% dos casos. Em seguida, aparece a “ingestão de álcool” (14%), “condutor dormindo” (8%) e “mal súbito”, “restrição de visibilidade” e “ingestão de substâncias psicoativas”, respectivamente.

Diante deste cenário, Normano Ribeiro, cofundador e CEO da Able-On – startup de inteligência para a mobilidade que utiliza Inteligência Artificial (IA) e Analytics, Conectividade e Internet das Coisas (IoT) para criar soluções end-to-end para frotas e ativos de valor, ressalta que o uso de algoritmos para fazer análises sobre o comportamento dos condutores faz parte do conceito de Cidades Inteligentes e é uma excelente ferramenta de prevenção de acidentes. É possível aplicá-la em diferentes situações.

“É importante monitorar o que acontece sob duas perspectivas: a do motorista e a do veículo. Podemos identificar a forma como cada pessoa dirige e também como cada veículo responde aos estímulos internos e externos. Isso nos permite detectar padrões comportamentais para gerenciar melhor os riscos e construir um contexto de maior segurança para todos. Quando se tem ferramentas afiadas auxiliando nesta gestão, as externalidades são todas positivas: é bom para o motorista, para o passageiro, para o pedestre, para o veículo, para a empresa e para o planeja”, detalha o executivo.
 

Transporte de cargas, aluguel de veículos e a mobilidade inteligente

Na opinião do cofundador e COO da Able-On, Leonardo Pontes, outra possibilidade está na geração de dados vindos de diversas fontes, via integração direta com hardwares, como antenas, sensores, câmeras etc. Ou com softwares internos – do cliente, ou externos, como os fornecedores de telemetria, ERP, CRM, por exemplo. 

Pontes enfatiza que trata-se de uma excelente opção para frotistas que enfrentam problemas com roubo e desvios de carga. Ou, ainda, risco aumentado na hora de alugar um veículo nessa época. Isso, devido ao grande número de motoristas embriagados e cansados que saem dirigindo das comemorações.

“Quanto mais dados relevantes, melhor para o enriquecimento das análises e do resultado para o cliente. Assim, conseguimos prever e prevenir a apropriação indébita de veículos para locadoras e gerenciar situações particulares de cada negócio, o que é imprescindível para a eficiência e automação na mobilidade”, finaliza o executivo.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *