Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

Saiba como evitar multas no pedágio utilizando a nova tecnologia Free Flow

O sistema identifica automaticamente os veículos em movimento, gerando uma cobrança proporcional por trecho utilizado.


Por Pauline Machado Publicado 14/02/2024 às 15h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Multas no free flow
Veja como fazer o pagamento e evitar multas no sistema free flow. Foto: Divulgação.

As rodovias ERS-122, no Rio Grande do Sul, e no trecho entre Paraty e Itaguaí da rodovia Rio-Santos (BR-101), em São Paulo, ganharam dois novos pórticos de cobrança automática. 

Os portais, sinalizados com a placa Free Flow representam a implementação do sistema Free Flow. Este é um avanço na forma como as tarifas de pedágio são cobradas, isso porque a tecnologia implantada evita as tradicionais praças e cancelas. Além disso, o sistema identifica automaticamente os veículos em movimento, gerando uma cobrança proporcional por trecho utilizado.

Para realizar o pagamento e evitar multas, o motorista tem até 15 dias para efetuar o pagamento por meio digital. O pagamento pode ocorrer acessando o site da concessionária ou a encontrar um totem ao longo da estrada. Se o condutor optar pelo pagamento digital, basta informar a placa e regularizar os débitos. A falta do referido pagamento no free flow ou pedágio normal, deixa o condutor sujeito à pena de infração grave e multa de R$195,23, além de cinco pontos na carteira. 

Benefícios

Além de evitar as tradicionais praças e cancelas, o novo modelo otimiza a eficiência na circulação diminuindo o trânsito. E, também, possibilitando descontos progressivos para usuários frequentes. Assim como, ajuda indiretamente na diminuição da emissão de CO2 na atmosfera, já que a não necessidade de parada otimiza o tempo que os veículos permanecem nas rodovias.

Pensando nas boas perspectivas, o governo de São Paulo planeja leiloar o lote Litoral Paulista de rodovias em abril deste ano, incorporando 15 pórticos de cobrança automática ao longo dos 213,5 km concedidos. Dessa forma, oferecendo uma abordagem precisa para os motoristas. 

De acordo com Alexandre Fontes, superintendente de operações e clientes da Veloe, as tags de pagamento automático se destacam como aliadas essenciais. Elas são colocadas para-brisas dos veículos, possibilitando a identificação automática. Isso torna o processo de cobrança mais eficiente, sendo realizado automaticamente na consolidação da fatura mensal. Ou seja, sem a necessidade do usuário acessar o sistema da concessionária. Além disso, sem o risco de perder o prazo e gerar multa e infração para o condutor. “Essa sinergia entre as tags e o novo sistema não só simplifica o processo de cobrança, como proporciona benefícios tangíveis aos motoristas. Assim, promovendo maior eficiência, conveniência e oportunidades de economia financeira em suas jornadas rodoviárias”, garante e complementa o executivo.

“Estamos estruturando procedimentos internos e investindo em treinamentos para adaptarmos nossos times às novas demandas do Free Flow. Junto com o modelo de pagamento, sairá na frente quem souber trabalhar bem tanto a comunicação sobre os benefícios do serviço, quanto o pós-venda. A área de sucesso do cliente, por exemplo, será estratégica nesse novo cenário”, destaca.
 

Para finalizar Fontes ressalta os diferenciais do sistema de leitura da Veloe. Ele utiliza quatro elementos-chave: o adesivo instalado no para-brisa, uma antena posicionada na pista do pedágio, sensores localizados na pista automática e a integração com a concessionária responsável pela rodovia. Componentes que trabalham em conjunto para ler a tag e identificar a liberação do veículo. É possível adaptar essa mesma tecnologia e método de coleta de informações para os pórticos do sistema Free Flow.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *