Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

22 de julho de 2024

Quais são os acidentes mais comuns entre os ciclistas? 

O Portal do Trânsito traz algumas estatísticas e dicas de prevenção para os ciclistas


Por Accio Comunicação Publicado 16/11/2023 às 13h30
Ouvir: 00:00
Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom

Você sabia que, segundo dados publicados pela Bicycle-Guider, há 40 milhões de bikes espalhadas no Brasil? Porém, infelizmente, acidentes com ciclistas são mais comuns do que se imagina. De acordo com dados da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), cerca de 13 mil ciclistas morreram entre 2010 e 2020. 

Ainda de acordo com informações compartilhadas pela Abramet, o Sistema Único de Saúde (SUS) gastou, cerca de R$ 15 milhões ao ano na década passada apenas com tratamentos para ciclistas vitimados

Com isso em mente, você deve ser perguntar: mas já não temos locais próprios para a circulação de ciclistas por todo lado? 

Apesar do avanço na construção ciclovias e ciclofaixas no país (até 2022, foram registrados mais de 4 mil km de ciclovias e ciclofaixas no Brasil, segundo levantamento da Aliança Bike), nos grandes centros urbanos, a falta de infraestrutura adequada para ciclistas é uma das principais causas de acidentes.  

Confira a seguir, alguns pontos importantes para a segurança dos ciclistas no Brasil. 

Conscientização e educação no trânsito 

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil.

Quando o assunto é faixas específicas para ciclistas, a cidade de São Paulo (SP), por exemplo, está em primeiro lugar com quase 700 km de faixas destinadas a ciclistas. Vale ressaltar que a capital paulista implementou a Faixa Azul, destinada a aumentar a segurança de motociclistas no tráfego da cidade. 

Campanhas de conscientização também contribuem para melhorar o cenário. Isso porque ruas e grandes avenidas possuem espaço compartilhado em diversas cidades brasileiras, tanto grandes centros urbanos quanto em cidades menores.  

Entretanto, mesmo com esses esforços em estrutura e em campanhas de conscientização, os próprios ciclistas às vezes cometem infrações e parecem não se importar com a própria segurança. É comum flagrarmos ciclistas que não respeitam o sinal do semáforo, que pedalam na contramão dos demais veículos, que trafegam sobre calçadas exclusivas para pedestres, só para citar algumas.

Além disso, não fazer revisões periódicas na bike pode ocasionar problemas mecânicos, e sabe-se que a falta de cuidado com a bicicleta aumenta as chances de acontecer uma perda do controle e ocorrer um acidente.  

Prevenção a acidente de trânsito 

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil.

Em primeiro lugar, bicicletas precisam conter alguns itens de segurança, como luzes de sinalização traseiras e dianteiras, por exemplo. Da mesma forma que para os motociclistas, o capacete é essencial para a segurança (apesar de não ser item obrigatório para o ciclista).  

Além disso, usar roupas coloridas, principalmente à noite e em condições de baixa visibilidade torna o ciclista mais visível para os demais condutores, o que faz toda a diferença no trânsito.  

Por outro lado, o ciclista deve evitar usar fones de ouvido ou o celular enquanto pedala. Isso porque quanto menos ele se distrair ao trafegar pelo trânsito, mais seguro estará. Assim como, é importante que o ciclista trafegue no mesmo sentido dos automóveis.  

Por fim, algumas outras dicas essenciais

  • Conhecer e obedecer as normas de trânsito.
  • Não utilizar faixas exclusivas para outros veículos.
  • Manter a atenção durante todo o trajeto; 
  • Não olhar para baixo ao pedalar;
  • Aplicar velocidade reduzida em descidas;
  • Sinalizar, estendendo um dos braços, antes de fazer conversão à direita ou esquerda;
  • Manter sempre distância segura outros veículos;
  • Procurar sempre ver e ser visto;
  • Respeitar os direitos do pedestre.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *