Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de julho de 2024

Uber Moto já está em funcionamento em vários estados brasileiros


Por Pauline Machado Publicado 19/04/2022 às 16h24 Atualizado 08/11/2022 às 21h11
Ouvir: 00:00

Alguns cuidados devem ser tomados, tanto por passageiros quanto motoristas da modalidade Uber Moto, para evitar possíveis impactos negativos para a segurança no trânsito.

A Uber amplia a sua oferta de serviços com a chegada da nova modalidade – Uber Moto. Ela traz oportunidades para os motociclistas da plataforma ampliarem o portfólio de serviços, incluindo a entrega de pedidos de Uber Eats, realizar viagens de Uber Moto e entregas de itens com o Uber Flash Moto.

A nova modalidade já em circulação em São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Minas Gerais. E, em breve, haverá o lançamento no Paraná, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Rondônia, Maranhão e Bahia. A intenção é proporcionar aos usuários, deslocamento por um valor de corrida reduzido, abaixo, inclusive, do preço oferecido pela modalidade do UberX, mantendo uma série de recursos de segurança, como seguro para acidentes pessoais tanto para usuários quanto para parceiros.

Segurança e saúde

De acordo com a empresa, todas as viagens feitas com a Uber, seja de carro ou, agora, por moto, incluem, entre outras medidas, a checagem de antecedentes dos parceiros e dão aos usuários a possibilidade de compartilhar com seus contatos a placa, a identificação do condutor e sua e localização no mapa, em tempo real.

Além disso, a empresa investe em iniciativas educacionais direcionadas aos motociclistas do Uber Moto. Eles receberão conteúdo educacional sobre segurança viária, estimulando a direção segura e o respeito às leis de trânsito.

E, os cuidados não param por aí. Embora o uso de máscara esteja sendo suspenso nas cidades brasileiras, a Uber mantém a atenção com a saúde dos seus motociclistas parceiros e usuários. E, por isso, contratou o médico Alexandre Naime Barbosa, chefe do Departamento de Infectologia da Unesp e consultor para Covid-19 da Sociedade Brasileira de Infectologia e da Associação Médica Brasileira, para validar um protocolo de prevenção ao coronavírus específico para o Uber Moto.

Entre as recomendações feitas estão a continuidade da higienização das mãos e superfícies da moto com álcool em gel. Além disso, que os usuários levem seus próprios capacetes, ou que capacetes extras sejam higienizados com produtos específicos e usados com toucas higiênicas – que podem ser fornecidas pelos condutores e reembolsadas pela Uber.

Cuidados ao usar o Uber Moto

A Inspetora da Polícia Rodoviária Federal – PRF, Yara Nunes, destacou alguns cuidados que tanto a empresa como os usuários de transporte de aplicativo por motos devem ter. Principalmente, pensando nos possíveis impactos que podem acarretar para a segurança no trânsito.

Ela ressalta, por exemplo, o fato de os serviços de Uber Moto não serem oferecidos por empresas, mas por particulares que se cadastram nos serviços oferecidos pelo aplicativo.

“Estes particulares devem possuir autorização dada pelo poder municipal local para prestar o serviço de transporte remunerado privado individual de passageiros. Então, o cuidado tem que ser por parte do próprio motociclista, em cumprir as exigências estabelecidas pelo poder municipal e do Distrito Federal”, ressalta.

 Cuidados dos Passageiros

  • Verificar se o serviço em sua cidade está autorizado pela prefeitura ou Distrito Federal;
  • analisar visualmente as boas condições da motocicleta, como pneus e retrovisores;
  • verificar se a placa da motocicleta e o condutor são os indicados no aplicativo;
  • procurar usar roupas que protejam melhor o corpo e calçados que se firmem nos pés;
  • tomar cuidado com o escapamento quente da motocicleta;
  • segurar firme no colete do motociclista ou nos pontos específicos fixados na motocicleta;
  • ter consciência que a motocicleta é um veículo de apenas dois ocupantes;
  • saber que o transporte em motocicletas de criança menor de 10 anos de idade ou que não tenha condições de cuidar da própria segurança é proibido;
  • não usar o serviço do Uber Moto se estiver sob efeito de álcool. Isso porque estando com sua capacidade psicomotora alterada- mesmo como passageiro- a atitude colocará em risco a segurança;
  • colocar o capacete, usar a viseira e a cinta jugular devidamente ajustada;
  • fazer a avaliação do motorista no próprio aplicativo.

Impactos na Segurança Pública

De acordo com a Inspetora da PRF, não é possível dimensionar o impacto desta modalidade de serviço de transporte individual no trânsito, devido à falta de dados estatísticos. Porém, já se sabe de antemão que os acidentes envolvendo motocicletas têm demandado um esforço muito grande por parte do Sistema Nacional de Trânsito. Isso porque os motociclistas, juntamente com os ciclistas e pedestres, são os usuários mais vulneráveis do trânsito, independentemente de quaisquer outras condições.

“É presumível que nas condições atuais em que se encontram o trânsito de veículos nos grandes centros brasileiros, por exemplo, e havendo expansão do serviço Uber Moto, a curva que representa a quantidade de motocicletas no Brasil tenderá a um crescimento exponencial. E, infelizmente, poderemos ter aumento na quantidade dos sinistros”, atenta e finaliza Yara Nunes, da PRF.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *