Notícias

Notícias

Números alarmantes de acidentes com motocicletas no país 

Um levantamento feito pela Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo demonstrou que o número de mortes de motociclistas em decorrência de acidentes de trânsito aumentou 18% nos últimos dois anos. No estado, morreram 1.479 motociclistas em 2009 e 1.721 em 2011.

De acordo com dados divulgados pela Seguradora Líder DPVAT, a frota de motocicletas no Brasil teve um crescimento de 357% no período entre os anos de 2000 a 2011. No mesmo intervalo, os casos de indenizações do Seguro Dpvat por morte de motociclistas no trânsito brasileiro aumentaram 134%. É um numero muito significativo e que ainda pode aumentar, considerando que o beneficiário tem 3 anos para solicitar o seguro e para acidentes ocorridos em 2010 ainda cabe solicitação de indenização. Só no ano passado, a frota de motocicletas representou 39% das indenizações pagas por morte.

Os casos de invalidez permanente também apresentam números muito preocupantes. De 2000 a 2011, houve um aumento de 1.378% no número de pagamentos do Seguro DPVAT para essa categoria. Só em 2012, as motocicletas representaram 74% das indenizações por invalidez permanente. Jovens entre 18 e 34 anos representam o grupo etário de maior incidência, com 53% dos casos. Destes, 44% foram decorrentes de acidentes com motocicletas.

As estatísticas nos dão uma boa noção de como ainda é ruim o cenário de acidentes com motocicletas no país. Seja por imprudência dos próprios motociclistas ou condutores de outros veículos, os números são muito alarmantes e pedem uma rápida mudança de pensamento. Quantas vidas precisarão ser perdidas ou prejudicadas para sempre, para que as pessoas percebam que a segurança no trânsito deve ser levada a sério?[8]

Faça a diferença. Pratique a segurança e divulgue para amigos e familiares.

Fonte: Segs.com.br


Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *