Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

26 de fevereiro de 2024

O futuro está chegando com carros cada vez mais conectados


Por Mariana Czerwonka Publicado 08/12/2013 às 02h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h23
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Carros conectados não são ficção

Carros que se conectam com o aparelho celular e utilizam informações da internet não são mais exclusivos em filmes de ficção científica. As principais montadoras do mundo estão lançando modelos cada vez mais integrados com smartphones, e agora uma briga está se iniciando para o fornecimento de plataformas para esses carros.

A Apple acabou de fechar um contrato com a Honda para proporcionar uma integração mais profunda com o iOS no novo Honda Civic de 2014. O sistema, chamado Honda Link, possui uma tela touchscreen de 7 polegadas e permite que os usuários acessem aplicativos do iPhone e passem comandos de voz através da Siri, assistente digital do iOS.

Por enquanto, o Android não será suportado, podendo acessar apenas funções básicas como o Bluetooth, mas, no futuro, o suporte completo poderá ser adicionado.

A Amazon também possui sua plataforma, o Cloud Player para o iOS, um serviço de música na nuvem. A empresa anunciou a compatibilidade do seu sistema com todos os modelos conectados da BMW e da Mini.

O Google também não poderia ficar de fora do jogo, e no começo do ano fechou um acordo com a KIA para oferecer o acesso ao Google Maps nos seus novos veículos, na forma do seu sistema chamado UVO, que antes utilizava uma tecnologia da Microsoft.

A Nokia também fechou recentemente com a Mitsubishi para que seus carros recebam informações em tempo real sobre o trânsito, através do seu sistema Here Traffic, que além do trânsito, mostra preço do combustível e previsão do tempo. A novidade estará disponível nos novos Lancer e Outlander nos EUA.

A maioria dessas novidades estará disponível para modelos dos EUA, e cabe a nós esperar para ver se algum deles chegará ao Brasil em algum momento.

Fonte: Canal Tech

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *