Notícias

Notícias

Segurança no trânsito para a terceira idade 

Da Redação do Portal do Trânsito

No Brasil, o número de idosos já ultrapassa a soma dos 14 milhões, ou seja, 8,7% da população. É o grupo etário que mais cresce proporcionalmente. No entanto, existem graves questões que precisam ser resolvidas para que esse envelhecimento se dê de forma saudável. Entre elas está o trânsito.

Segundo dados do Ministério da Saúde, das 42.844 vítimas fatais do trânsito brasileiro em 2010 (último dado disponível), 3.191 (8%) eram maiores de 60 anos.

Para a especialista em trânsito e consultora do Portal Elaine Sizilo, os idosos ainda não se “acostumaram” com o trânsito moderno. “O aumento da frota, as ruas movimentadas, a pressa dos motoristas e as limitações da idade, levaram o idoso a ser uma potencial vítima do trânsito”, explica.

Além de participarem do trânsito como pedestres, a cada ano o número de idosos como condutores de veículos tem aumentado. Dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) revelam o registro de 3,6 milhões de condutores com idade acima de 61 anos no ano de 2012. Em 2005, eram 3,2 milhões. Para estes condutores, a renovação da CNH é de três em três anos, para os demais, o prazo é de cinco anos. “Esta exigência demonstra o cuidado com a saúde e a segurança da pessoa idosa na condução do veículo”, diz Sizilo.

O Código de Trânsito Brasileiro também concede preferência a eles no momento da travessia. O desrespeito de motoristas e motociclistas em não priorizá-los implica em infração gravíssima e multa (Art. 214, III).

Com base nestas informações, preparamos algumas dicas para os idosos no trânsito.

Cautela na Direção

• Conduzir o veículo com cuidado, pois as estatísticas apontam que a maioria dos acidentes de trânsito é decorrente de falha humana.

• Dirigir na velocidade permitida, não tendo pressa de chegar, pois mesmo devagar, sempre se ao destino.

• Conduzir o veículo corretamente, não esquecendo de sinalizar antes de qualquer manobra.

• Se precisar de óculos para dirigir, nunca esquecê-los.

Estacionamento e Parada

• Estacionar sempre em local permitido, porque se parar em qualquer lugar, o veículo poderá ser multado ou danificado por terceiros.

• Depois de estacionar e ao desembarcar do veículo, ter o cuidado e atenção ao abrir a porta, para não correr o risco de ocasionar um acidente.

• Parar o veículo somente nos locais permitidos, com a devida atenção para não atrapalhar o trânsito de outros veículos e pedestres.

Cinto de Segurança

• Colocar o cinto de segurança logo que entrar no veículo, porque depois poderá ser tarde demais.

O Cinto de Segurança salva vidas por que:

• Num choque impede que a pessoa seja lançada para fora do veículo.

• Numa freada brusca impede que machuque o rosto no para-brisa.

• Num choque evita que o passageiro do banco traseiro pressione o passageiro do banco dianteiro.

Celular

• Ao dirigir, o condutor não deve e nem pode usar o celular porque o aparelho distrai o motorista.

• Ao dirigir sem atenção, os reflexos diminuem e comprometem o raciocínio do condutor na tomada de uma decisão.

• Antes de dirigir, coloque o celular no silencioso, caso se esqueça, só retorne a ligação quando estacionar, jamais atenda enquanto estiver dirigindo. Ao andar nas vias, também é importante ter cuidado ao usar o celular:

• Falar ao celular ao atravessar uma rua, significa ficar desatento para o semáforo, para os veículos e para os outros pedestres.

Travessia com Segurança

• Atravessar sempre na faixa de segurança, pois as estatísticas indicam elevados índices de atropelamentos nesta faixa etária.

• Atravessar em linha reta, em local que o fluxo de trânsito seja menor.

• Ter paciência de saber esperar para atravessar com segurança.


Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *