Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

14 de julho de 2024

Sexta-feira é o dia que mais acontecem acidentes de trânsito no Brasil


Por Mariana Czerwonka Publicado 07/10/2022 às 11h15 Atualizado 08/11/2022 às 21h02
Ouvir: 00:00

As sextas-feiras e os sábados, são os dias que mais acontecem acidentes de trânsito no Brasil. Entenda o motivo na matéria abaixo!

Sexta-feira acidentesO consumo de álcool pode estar diretamente ligado a esse dado. Foto: Depositphotos.

Um novo levantamento revelou um dado importante no que diz respeito à frequência de acidentes por dias da semana. Sexta-feira e sábado são os dias que mais acontecem acidentes de trânsito no Brasil. Em contrapartida, o domingo é o dia em que há menor ocorrência de sinistros.

Os dados fazem parte de uma pesquisa completa sobre o comportamento do trânsito no Brasil, realizada pela Zignet, em parceria com a UNICAMP, baseada em dados de órgãos governamentais como a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), Detrans estaduais e o IBGE.

Conforme o estudo, que levou em conta o período de junho de 2021 a julho de 2022, é possível observar uma tendência maior de casos de acidentes na sexta-feira e sábado, além de uma menor frequência no domingo, com 307.436 observações na sexta-feira, 277.057 no sábado e 206.838 no domingo (como você pode ver no gráfico abaixo).

 

Analisando os dados sobre a frequência de acidentes de acordo com a faixa etária e o gênero, novamente é visto que o número de acidentes com pessoas do gênero masculino é maior em todas as faixas etárias. Focando apenas na questão etária, as faixas entre 18 e 24 anos até 40 e 49 anos são as que concentram a maior proporção de acidentes de trânsito, em ambos os gêneros.

Por que a maioria dos acidentes ocorre na sexta-feira?

De acordo com Anna Maria Garcia Prediger, instrutora, especialista e coordenadora em cursos de formação de profissionais da área de trânsito, que já pesquisou muito sobre o tema, existem questões comportamentais que podem contribuir com essas fatalidades. “Sexta-feira é o dia de início da folga da maioria das pessoas. É nesse dia que o pessoal relaxa e que também ocorrem os encontros sociais, a balada, o happy hour, o barzinho, etc. Esse “relaxamento” por si só já pode provocar a perda de atenção e do foco no trânsito”, comenta.

No entanto, conforme a especialista, o que leva mesmo a sexta-feira ganhar esse triste prêmio, é o alto consumo de bebidas alcoólicas neste dia.

“O álcool é lícito, mas não deixa de ser uma droga e como toda droga afeta o  sistema nervoso central. Por mais tolerante que a pessoa seja, acaba afetando pelo menos a concentração e atenção necessária para uma condução segura”, explica Prediger.

A especialista ressalta, ainda, que mesmo sabendo que é proibido beber e dirigir, muitos brasileiros não respeitam a regra. “Essa droga, além de lícita, é altamente social, e nas rodas de amigos, acaba sendo quase uma exigência que todos a consumam. E muitas pessoas acabam bebendo, mesmo sabendo que é proibido para a condução de um veículo, por conta dessa pressão social”, finaliza.

O estudo

O estudo denominado Censo Brasileiro de Trânsito, da Zignet/Unicamp, traz informações sobre, por exemplo, as principais infrações de trânsito cometidas, a frota atual de veículos no Brasil, os acidentes de trânsito, detalhes sobre os condutores habilitados, entre outras.

“Analisamos os acidentes de trânsito registrados no Brasil, utilizando como base um grande banco de dados do Governo Federal, que engloba diversas variáveis importantes para o entendimento desse estudo”, afirmam os organizadores.

Além do estudo completo, a UNICAMP e a Zignet criaram um painel de consultas com informações exclusivas sobre o comportamento do trânsito no Brasil. É um painel interativo que disponibiliza os dados mais recentes sobre o trânsito brasileiro.

Atualizada semestralmente, a ferramenta é inovadora. Isso porque ela permite o cruzamento de dados para uma busca detalhada, de acordo com a necessidade de quem está realizando a pesquisa.

O usuário pode selecionar um período assim como pesquisar as seguintes informações:

  • quantidade de infrações mais aplicadas, por tipo e estado;
  • frota total de veículos por tipo e estado;
  • quantidade de habilitações por estado, categoria, gênero bem como faixa etária;
  • número de acidentes por estado, tipo de veículo assim como gravidade;
  • Entre outras informações sobre o trânsito.

As pesquisas são gratuitas e estão disponíveis aqui!

 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *