Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

04 de março de 2024

Uruguai quer transformar “Lei Seca” em “Álcool Zero”


Por Mariana Czerwonka Publicado 30/05/2015 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 22h51
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Lei seca no trânsitoO governo do Uruguai quer fechar de vez o cerco contra a combinação entre bebida e direção

O governo do Uruguai enviou ao Congresso um projeto de lei que pretende fechar de vez o cerco contra a combinação entre bebida e direção, pretendendo transformar a “Lei Seca” já em vigor no país em “Álcool Zero”.

O texto prevê a redução da quantidade atualmente permitida que é de 0,3 gramas por litro de sangue para zero. A medida que deve ser aprovada pelos parlamentares até o fim de maio.

A iniciativa faz parte de um conjunto de estratégias do presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, contra o consumo abusivo de álcool, anunciado como prioridade de sua gestão desde que assumiu o mandato há menos de dois meses. Três semanas depois da posse em março, o líder iniciou uma série de reuniões com partidos de oposição e organizações civis para elaborar um consenso na elaboração de um projeto de lei para regular o comércio de bebidas alcóolicas. Após o segundo encontro do grupo, foi decidido que o governo decretaria “tolerância zero” para o consumo por parte de motoristas.

Estudos mais recentes indicam que há uma clara correlação entre o aumento da presença de álcool no sangue e a gravidade dos incidentes. Em sua argumentação, o governo uruguaio também destaca o exemplo do Brasil, que “alcançou resultados quase imediatos” após seis meses de aplicação da “Lei Seca”, iniciada no país em 2008.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *