Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

15 de julho de 2024

Uso de álcool e drogas contribui para acidentes de trânsito


Por Mariana Czerwonka Publicado 21/09/2011 às 03h00 Atualizado 10/11/2022 às 18h47
Ouvir: 00:00

A combinação de álcool ou drogas com direção é uma fórmula perfeita para a causa de acidentes. A diretora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Atenção ao Uso de Drogas (Nepad), da Uerj, a psiquiatra Maria Thereza de Aquino, explica o efeito que o álcool e as drogas podem provocar numa pessoa. – A maioria dos entorpecentes é capaz de tirar a pessoa do seu estado normal de consciência. Por exemplo: o álcool, a cocaína e o ecstasy deixam a pessoa desperta e com a consciência alterada. Ela pode agir de uma forma que não seria capaz em seu estado normal, como esse desatino do rapaz. Porém, isso não isenta ninguém de culpa, pelo contrário, acarreta ainda mais responsabilidade – afirmou. Outro fator que contribui para a ocorrência de acidentes é a falta de fiscalização e de educação no trânsito. Segundo a professora da Escola Politécnica da Coppe/UFRJ na área de engenharia de transporte, Eva Vider, é preciso haver uma punição mais severa para os crimes de trânsito. Ainda de acordo com ela, é necessário conscientizar os motoristas para que evitem acidentes. – Existem três coisas necessárias para evitar acidentes no trânsito. A primeira delas é a mais fundamental: formar bons motoristas e educar a sociedade para agir conforme a lei. Depois, é essencial ter veículos em boas condições. Por último, é preciso fiscalizar e punir quem descumpre as normas. Fonte: O Globo

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *