Notícias

CFC de sucesso

Especialista sugere que avaliação do instrutor tenha peso no exame prático do Detran 

Especialista sugere que avaliação do instrutor tenha peso no exame prático do Detran
Foto: Divulgação Detran/PR.

Dr. David Duarte Lima, que é doutor em Segurança de Trânsito, fez essa afirmação durante a Live Portal Convida. Veja os detalhes.

Exame prático de direção
Foto: Divulgação Detran/PR.

Já imaginou se o instrutor de trânsito pudesse contribuir com a sua avaliação no dia do exame prático do candidato a primeira habilitação? É isso que defende o especialista David Duarte Lima, doutor em Segurança de Trânsito pela Universidade Livre de Bruxelas (Bélgica) e mestre em Saúde Pública pela Universidade Católica de Louvain (Bélgica). Ele fez essa afirmação durante a sua mais recente participação na Live Portal Convida, que é apresentada pelo especialista Celso Mariano.

A entrevista completa você encontra aqui.  

Para Dr. David, que já fez estudos sobre o funcionamento do processo de formação de condutores em diversos países do mundo, o instrutor de trânsito tem mais condições de avaliar o aluno na hora da prova prática.

“Em primeiro lugar estou convencido porque os instrutores no Brasil, apesar das dificuldades, são em geral muito bons. E depois,  sabemos que não são raras as vezes em que o candidato fica inseguro e isso atrapalha o seu desempenho. O examinador passa apenas 20 ou 30 minutos avaliando um aluno que já esteve por 20 até 30 horas com um instrutor que conhece todas as suas dificuldades”, pontua.

O especialista sugere que a avaliação do instrutor poderia ter pelo menos um peso de 50% na nota final do candidato. “Está aí uma boa proposta para um deputado apresentar no Congresso Nacional”, recomenda.

Celso Alves Mariano, concorda com o doutor em Segurança de Trânsito.

 “Autoescola é uma escola muito peculiar. Ela não tem o poder de dizer se o aluno está aprovado ou não, funciona mais como um curso preparatório para um concurso. Depois de 20 anos nesse formato, talvez fosse a hora de dar um pouco mais de autonomia para os Centros de Formação de Condutores (CFCs) no processo de habilitação”, argumenta.

Dr. David Duarte Lima reforça que esse poderia ser um projeto para unir as autoescolas no Brasil. “Eu garanto que isso vai aperfeiçoar a responsabilidade do instrutor e da autoescola com o aluno e, também, poderá munir o examinador do Detran com informações importantes sobre o histórico de quem ele irá avaliar”, conclui.

Como funciona o exame prático de direção

O exame de direção veicular, segundo a Res.789/20 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), é a última etapa do processo de obtenção da habilitação.

Após passar por um curso prático de direção em veículo da categoria pretendida, o candidato realiza uma prova prática no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) que tem como objetivo verificar se ele está pronto para receber a sua Permissão para Dirigir (PPD).

A avaliação é dividida basicamente em duas fases: estacionamento e deslocamento em via pública. Na primeira, o candidato terá até três tentativas para estacionar o veículo em área delimitada por balizas removíveis.

O candidato pode ser reprovado se cometer uma falta eliminatória ou atingir mais de 3 pontos. Entre as faltas eliminatórias estão não utilizar capacete, bater nos cones de balizamento, cair do veículo durante a prova, avançar sobre o meio fio ou parada obrigatória.

Artigos Recomendados Para Você

73 Comentários

  1. Cláudio Henrique

    Ola! Sou a favor do instrutor acompanhar o examinador no dia do exame dentro do carro participando da avaliação!pois são muitas reclamações de candidatos sobre descaso,critérios divergentes ao código de trânsito por exemplo: ” O Código de Trânsito não é objetivo nessa resposta, pois o Art. 194 do CTB considera infração transitar em marcha à ré salvo na distância necessária a pequenas manobras e de forma a na causar riscos à segurança, considerada infração grave. Nota-se que em princípio andar em marcha à ré é proibido, à exceção da realização de pequenas manobras, e aditivamente, mesmo que em pequenas manobras ela não pode causar riscos à segurança. No exame eles exigem a manobra em longas distâncias o que não condiz com o código!

  2. João Felipe Baptista do Nascimento

    Hoje, a carga horária mínima exigida é de 20 horas/aulas e muito das vezes o candidato não se torna apto para realizar bom exame de direção.
    O que deveria ser feito é dar mais segurança jurídica para o instrutor e autoescola.
    O aluno acha que tem que fazer somente às 20 aulas e quer fazer o exame, sem o mínimo de condições de ser aprovado.
    O instrutor deveria ter como impedir, ou pelo menos um termo de liberação nos tirando a responsabilidade da reprovação.

  3. Ilis Schneider da Silva

    Acho que todo o processo é falho, pois, existe uma oportunidade comercial vantajosa para os Centros de formação, para as Clínicas de exames, para o Detran.
    Isto gerou UM SISTEMA PERVERSO, ONDE O FATOR DE FORMAR UM CONDUTOR, CALMO, ÉTICO, SEGURO FOI COMPROMETIDO.
    UM SIMPLES PAPEL(CNH), NAO SALVA A VIDA DE ODOS OS ENVOLVIDOS.

  4. Eu mesmo!

    No país do jeitinho? Não dá certo!

  5. Odair

    O Dr está coberto de razão , tem jente que faz tudo certo nas aulas , mas só de pensar que vai ser avaliado por uma pessoa estranha já fica nervosa aí faz tudo errado

  6. jesus sidinei amaral

    Ola , concordo em ter instrutores como avaliadores para os alunos de primeira habilitação e mudança de categoria porém tem que ser um profissional que atua em todas as categorias e com curso superior.
    Em questão dos (examinadores ) a palavra correta seria avaliadores, pois quem examina e um médico seu paciente.
    No caso os avaliadores irá avaliar o conhecimento adquirido pelo aluno no período de aulas feitas.
    Também temos profissionais (examinadores) ou avaliadores que certamente não estão nada preparado para exercerem essa função, muitas vezes prejudicando o candidato.

  7. Kau Cunha

    Tirar a CNH em SP é mais uma forma de corrupção, muitos instrutores deixam de ensinar bem seus alunos para poder cobrar uma taxa chamada quebra com o intuito dia alunos receberem a CNH, isso vai gerar muita “quebra”

  8. MARLI

    concordo mas acho 3 ponto e muito pouco tinha q ser pelo menos 5 ponto .e a avaliação do instrutor

  9. Wagner euripedes de carvalho

    Tenho vinte anos na area de trânsito e ninca vi ninguem se preucupar com instrutor ou cfc

  10. Sergio Audino

    Sim. Sobretudo quando ficam operando os pedais nas manobras de balizas!!!!!

  11. Luciara

    Acho esta uma ideia muito válida . Devíamos observar outros paises e seguir os melhores exemplos. Na hora da prova a pessoa esta nervosa, exposta ao examinador que não conhee a as pessoas que vão fazer a prova também . Uma avaliação do instrutor q1ue sabe o que a pessoa pode realizar é melhor

  12. Ana Almeida

    Amei este portal sou apaixonada em tudo relacionando em trânsito, fui professora e instrutora na auto escola por 23 anos pq amava o que fazia , hoje faço faculdade em trânsito.

  13. Edson

    Apoiado. Peso no resultado do exame final dos candidatos a CNH.

  14. Ricardo Bueno de Amorim

    Seria realmente interessante, pois o aluno fica muito estressado e tenso por ser uma pessoa diferente no momento do exame . E o texto acima sou a favor .

  15. Ricardo Bueno de Amorim

    Sou instrutor de trânsito a mais de 11 anos e essa mudança nos daria condições de avaliar ou ajudar na avaliação

  16. Paulo Roberto da Silveira

    Eu estou de acordo que instrutor pôde da uma ajuda no desempenho da avaliação do aluno de trânsito

  17. Gelso brisola

    Ola boa noite sou gelso brisola so instruto de auto escola esto nesa profissao 12 anos e nosa clace e muito homilhada a salario nao paga o divido lario que nos diviriamos recebe ta mais isso nao seria o caso serto. na minha opniaó concordo plenamente cm os especialista nos instrutores q tem que avalia os aluno nos sabe todos os defeito dos aluno tem examinado sabe menos doque nois no transito.tem examinado que e so cargo politico nem sabem dirigi um carro. poca vergonha isso aff

  18. Alvina furtado Wolff furtado Wolff

    Com certeza , sou instrutor a mais de 20 anos e somos poucos recompensados na nossa profissão que e um encinamento p a vida de seus futuros motoristas, porém não temos autoridades nem uma somos tratados pelos órgãos públicos como se nos só encina ,isso tem que acabar no meu ponto de vista ,nós instrutores fazemos a parte mais difícil de todos os processos de uma habilitação em todas as categorias ABC e,E isso não e só um comentário é um pouco melhor de reconhecimento e direitos p essa profissão tão sofrida e sem apoio dos órgãos de trânsito principalmente do Brasil ,esse e meu comentário instrutor prático cat B C D E

  19. Janaine

    Concordo plenamente, até porque eu assim como muitos já dirija à alguns anos, e sabe todo o passo a passo na hora do exame. Porém na hora de ir pra rua com o examinador o nervosismo, o medo de outra reprovação fala mais alto. O instrutor conhecendo bem o aluno poderia sim fazer uma pré avaliação do mesmo

  20. Moacyr Silva Júnior

    Bom dia ,bom não teria problema nenhum o instrutor poder avaliar o aluno ,desde que esse instrutor foi ok que deu todas as aulas para esse aluno,e que também esse instrutor seja capacitado a altura !! Vejo muitos instrutores que não sabe nem pra ele mesmo e já está dando aulas no meu ponto de vista dirigir necessita de experiência ,como uma pessoa que tem 23/25/28 anos pode ser instrutor de auto escola se ele nem sabe dirigir ainda pra si próprio ,,o fato de vc fazer um curso não mostra que vc sabe dirigir !! Porque quando terminamos a faculdade de direito temos que fazer a OAB ???? Que por sinal muitos não pode exercer por não passar na prova .

  21. Alcemar Fernandes

    Acho os especialistas em trânsito, deveriam rever a sigla,do conselho nacional de trânsito (contran).para não confundir os candidatos.contran,onde fica o nacional?!

  22. Ronaldo de OLIVEIRA QUEIROZ

    Muito bom isso. Mas eu acho que as autos escolas ja deveriam avaliar os candidatos e nao o detran. Tinha que ser igual instituição de cursos técnicos e faculdades que eles msm são o diploma.
    A auto escola já é preparada para avaliar o candidato por passar horas e dias e meses com o candidatos e nao o detran.

  23. Ronaldo de OLIVEIRA QUEIROZ

    Vamos torcer que isso acaba e as autos escolas passam a ter esses direitos ok.

  24. Amorelly Cardoso

    O aluno, na maioria das vezes fica reprovado por estar nervoso na hora do exame. Muitos sabem dirigir e não conseguem se controlar. Esse momento de prova é traumático . Até quem já saber e dirige por muitos anos , tremem na hora de serem avaliados, neste tipo de exame do de detran. É como um orofessor de portugues, ter que fazer uma apresentação em uma reunião com avaliadores na sala. Ele treme . Mas no fundo sabe muito.
    É hora de mudar esse tipo de avaliação. Ou estou errado?

  25. João Vieira

    Ja penso o contrário. Deveria acabar com as auto escolas e com as máfias deste setor. Para se habilitar, deveria existir cadastro da pessoa fisica pelo proprio poupatempo e detran, escolher, pagar um CFC (curso teorico), seja online ou presencial, ter aulas, agendar a prova no detran, e o mesmo para o exame pratico, agendar via detran com um instrutor homologado, ter aulas e ir fazer a prova pratica. Na prova prática existir um sorteio sobre qual será o avaliador. Este avaliador, deveria fazer um job rotation por diversos locais de provas da cidade, afim de evitar fraudes, (o famoso quebra, comprar a carta).

    Teriamos bons motoristas reduzindo este tipo de fraude via auto escolas e avaliadores …

  26. Nelson. Batista de. Campos

    Eu tabm acho que as auto. Escolas poderia avaliar o candidato ja que são eles que prepara o. Aluno. Por mto tempo dai chega no. Detran. É tratado como. Réus pelos examinadores do. Detran. Eles se acha os poderosos. Bora. Deputados. Ta na. Hora de mudança

  27. Anronia Veras

    Boa noite,,, achei essa ideia perfeita,,, eu reprovei só porque fiquei nervosa com a avaliação examinador, fazia todo o percurso perfeito com o estrutor.

  28. Meire Rodrigues

    Eu estou fazendo aulas na rua e fico ansiosa, imagina quando eu fazer a prova do Detran ,pelo amor de deus torço pra mudar isso torço muito pro instrutor

  29. Carlos Geovanny

    Boa noite pessoal.eu sou instrutor de trânsito e isso já era pra ser aplicado pelo detran.nos passamos o tempo das aulas com os alunos e nos sabemos se eles estão prontos ou não.nao é 20 minutos que o examinador vai saber se vc está pronto para dirigir ou não.eapero que essa lei seja aprovada

  30. SHIRLEY VARGAS LEITE

    Concordo plenamente, pois na hora do nervoso o aluno erra o que não faria no dia dia

  31. Doraci

    Sim não minha opinião,o estrutor, que te ensina a dirigir podia dar a avaliação final,se ele achar que o aluno aprendeu tudo certo,mas se não, teria que fazer mais aulas até estar pronto pra dirigir,pois a gente fica muito nervosa na hora da prova com o examinador e acaba fazendo tudo errado

  32. Elizabete.

    Eu fiz várias aulas de direção o meu instrutor me disse que não sabe porque eu reprovei na aula prática pois nas aulas de direção dirijo muito bem ,ele só não sabe é do meu nervosismo ao ser avaliada ,me sinto pressionada e vigiada.reprovei 3 vezes.

  33. Agnaldo de Almeida Silva

    Acho que deveria ser igual Faculdade de Advocacia
    Nós instrutores aprovamos o aluno para obter a CNH e se ele quiser Exercer Atividade Remunerada
    Ai sim faz a prova no Detran igual o Exame da OAB

  34. Sidney

    Auto escola é só uma autorização para fazer a prova, não ensina nada. Na minha opinião devia ser opcional.

  35. Ademar pereira dos santos

    Sim sim à tempos que venho com essa mesma concordância , de quem deveria instruir e avaliar seríamos nos instrutores, ja que passamos o dia a dia com os alunos !

  36. Marlucia alves

    Sou de acordo, pq o instrutor e quem acompanha em todas as aulas o desenvolvimento do aluno. Os examinadores eles só ver aqueles 5, 6, 7 minutos de prova ,e as vezes por causa do nervosimo o aluno ñ consegue concluir a prova com sucesso, mesmo sabendo.

  37. Maria de Lurdes

    Enquanto tiver o item quebra ou cafezinho qualquer um é aprovado nem precisa de auto escola

  38. Maria ines

    Concordo plenamente, do instrutor avaliar,pois eles fica com o aluno 20 horas aulas,até porque tem muito motorista,de 20 anos de carteira,fazendo merda no trânsito o tempo ,todo.

  39. Silvânir dos Santos Miranda de Carvalho

    Sou a favor dos instrutor ser o examinador do aluno porq o instrutor é a única pessoa que sabe se o aluno está apto pra passa ou não agora vem examinador de fora ainda muitos deles não o mínimo de educação e acaba deixando o aluno nervoso e estressado aí o aluno acaba reprovando sou muito a favor que os instrutor seja o examinador do aluno sim

  40. Adilson Rossy

    Defendo essa ideia desde 2010 e alguns acharam loucura, na oportunidade minha idéia era o instrutor no mínimo ir dentro do veículo com o examinador (é quem avalia o candidato aqui em MG) no dia do exame, nada mais justo. 11 anos depois vejo pela primeira vez alguém sugerindo um exame justo,. Espero que alguém tenha peito pra essa proposta virar realidade.

  41. Saulo Sarmento

    De fato não corcondo com os examinadores! É apenas 5 a 10 minutos eles reprovar vários alunos. Por muitas da vezes por culpa do nervosismo,outro detalhe a última palavra é deles. Sou a favor que tenha câmeras no dia das provas tem umas reprovações que não existe.

  42. Maria das dores Araújo fernandes

    Boa noite eu concordo plenamente que quem deve avaliar o aluno e o o professor dele que sabe tudo do aluno eu estudei e consegui passar por medo os avaliador ferra a gente por nada

  43. Dulcimar Roque

    O que penso sobre ao exame de direção veicular é que, o examinador sequer deu aulas de direção e se torna examinador por ser funcionário do de Detran. Deviam fazer seletivos ou até mesmo concursos para que os instrutores e também examinadores tivessem a oportunidade de serem examinadores, pois já estão habituados ao comportamento físico e mental ao estar em contato com os candidatos. Algo que os examinadores no geral não tem essa capacidade.

  44. andre luis tamizari

    como se esta tudo parado os candidatos a abilitaçao esta cansado de esperar a vontade de governadores liberar as auto escola dar as aulas tem muitos alunos que esta com sua carta paga e nao pode fazer as aulas por que as auto escola nao faz do serviço excencial isso e um abisurdo

  45. Edmilson Ferreira

    Bom dia todos!
    Sou otimista e não posso deixar de ser, tenho até orgulho de ser Brasileiro, mas vivemos em um País completamente corrupto, onde pessoas são compradas, e a fiscalização para a maioria das Leis, Decretos, Portarias, Resoluções e etc, não existem; poderia existir fiscalização, auditorias nas Auto- Escolas, caramba existem instrutores que não sabem nada da língua portuguesa, como pode ser colocado algo tão sério nas suas mãos?
    Acho a ideia não muito interessante no formato atual das Auto-Escolas; para mim, o fato de o aluno se ver diante de um avaliador que nunca viu, é importante na questão psicóloga e na prática do que foi capaz de absorver; ou ele tem capacidade ou não tem, aprendeu ou não aprendeu. Em outros Países a ideia pode ser boa, aqui, “essa Porta de facilidade poderá se tornar um Portão”.

  46. Andre d.s

    O certo seria o instrutor avaliar não quem vem de fora e a pontuação é muito pouco até profissionais erram pq um aprendiz não vai errar sou aluno fiz minha prova prática sempre fui bem nas aulas e fui reprovado por detalhe ea taxa de reprovação para fazer outro exame é um roubo 450 reais isso não deveria ser nem cobrado pra repetir já que uma CNH é uma fortuna pronto falei

  47. Carlos

    Carlos Coghetto, sou instrutor veicular a 23 anos, tenho ótimos alunos em aula, más quando vão para o exame prático parece que nunca entraram num veículo de tão nervosos que ficam,eu acredito que ficariam mais tranquilos se o instrutor fosse junto no veículo, é como se seu pai estivesse alí para te apoiar.

  48. Paulo César muniz

    Minha esposa tá fazendo inclusão da categoria A,ela foi bem em todas as aulas,perfeita sem errar nada, só que no dia da avaliação ela si sentiu nervosa e pressionada e acabou errando…ela fez 15 aulas e o instrutor podia ter o direito de dizer si ela tá bem para ser aprovada,não o instrutor do Detran que vai ficar 30 segundos com ela

  49. Marcelo Tavares Mollik

    Aqui no Brasil fica difícil,pois temos a cultura de kecar vantagem em tudo. De um lado o instrutor pode avaliar mal para q o aluno faça mais aulas e de outro avaliar bem para se vangloriar.

  50. Paulo Henrique

    Bom dia sou instrutor a mais de 20 anos concordo que o instrutor acompanhe o candidato na sua avaliação

  51. Maria Cristina Perez

    Eu acho que o instrutor deveria avaliar o aluno ,pq ele que ensina o aluno , então nada mais justo do que ele mesmo dizer se o aluno tá apto ou não ,a mesma coisa de um professor na sala de aula ele passa o ano inteiro com os alunos e só ele sabe quais alunos estão preparados e quais não estão, imagina se no final do ano viesse outra pessoa fazer uma prova e avaliar os alunos ,seria uma catástrofe a maioria seria prejudicada pelo nervosismo, de estar com uma pessoa que nunca viu antes ,e na auto escola é a mesma coisa ,muitas reprovas por nervosismo.

  52. Lourival evangelista Guimarães

    Sou Lourival evangelista instrutor de trânsito , professor e motorista profissional , a mais de 25 anos os exames deveriam ser aplicados pelos instrutores que já estão capacitados e poderiam ter assim mais reconhecimento pelo seu trabalho.

  53. Roseane Prates

    Por experiência própria, não tive instrutores e examinadores de qualidade, pra mim não funcionaria e olha que reprovei uma vez. A maioria está saturada e sem paciência.

  54. Amorim

    Olá Srs.
    Eu sou a favor de ter 2 pessoas avaliando o candidato e tbm que seja filmado pra seja arquivado dois papéis e vídeo pra tirar toda duvida caso haja avalição duvidosa. Assim candidatos e avaliadores terá e verá a lisura do siatema

  55. Eufrates

    Não concordo. Estaria tirando a função estatal e delegando para empresas privadas. Seria a mesma coisa de estudar em um curso preparatório para concurso e o cursinho ter poder decisão de 50% na nota do concurso. Existem vários centros de formação e não haveria parcialidade no exame, viraria uma bagunça.

  56. Heliete Gonçalense

    Concordo que o instrutores tenha esse poder de avaliar o seu aluno,pois ele é o professor!
    Será que os Deputados tem peito para mudar essa lei?É direito do povo,É isso é correto!Vamos mudar Deputados!

  57. Rafael

    Concordo que a opinião ou avaliação do instrutor deveria ter pelo menos uma porcentagem na nota do candidato. Sou instrutor a 10 anos e mais do que preparar meus alunos para o trânsito, preparo também o psicológico para o exame prático. Vejo muita gente falar besteira sem conhecer o mínimo da profissão, ou pior, sem se lembrar que um dia esteve dentro de um carro de auto escola fazendo aula. Qualquer pessoa fica nervosa ao ser avaliada. Séria hipocrisia demais bater no peito e falar que não fica. Porém junto ao nervosismo do aluno vem o despreparo do examinador. Que fez um “cursinho” de examinador, nunca deu uma aula, na maioria das vezes mau sabe dirigir a categoria que está avaliando e vem com o poder da caneta na mão. Muita coisa teria que ser mudada para chegarmos em algo um pouco melhor.

  58. Santiago

    Se isso acontecer será o fim pois o instrutor e para ensinar instruir o examinador avaliar ver a condição do aluno se está apto ou não

  59. Rosimere

    Também concordo com insstrutor avaliar seu alunos meu marido também fez tudo direitinho só por causa do nervosismo não consegui

  60. Alessandro Rodrigues

    Só é afavor de prova que não tem aulas criteriozas que tem como objetivo fazer o aluno aprender, apartir do momento que o aluno sabe as noções básicas de direção, o resto ele aprende com experiencia parem de querer que ele saia como um profissional, parece que todo mundo esquece os primeiros dias no transito e fica querendo ser o dono da rua, palhaçada, tenho vergonha das pessoas do brasil.

  61. Ricardo Costa

    Entendo que a situação não é tão simples. Começamos por uma analise do trânsito em nosso país e as respectivas leis. Inicialmente a nossa população não é educada minimamente na parte teórica, sendo em sua maioria total desconhecimentos de regras básicas. Posteriormente devemos passar para outra visão, que ainda não vi ser abordada por ninguém, que versa sobre o fato do veículo ser uma máquina e que nem todas as pessoas conseguem domina-la com um mínimo aceitável. Quando habilita-se alguém para conduzir um certo tipo de veículo, concederá um direito de exercer em todo território nacional, ou seja, poderá dirigir em uma via de um local que sequer tenha pavimentação e/ou sinalização, bem como em um engarrafamento em uma grande metrópole e/ou em uma rodovia com limites de 120Km. Observa-se trânsitos totalmente distintos, que requerem conhecimentos e habilidades muito diferentes. Agora, imagina um instrutor de realidades completamente paradoxal, em razão do contexto de um país de tamanho continental e com uma regra única para todos. Lembremos que nem todos terão qualificações ínfimas de conduzir um veículo com um mínimo de segurança, pois não terão condições de dominar a máquina, porém, para uma certa realidade ou local ele conseguirá ser habilitado. Assim, (em tese) mesmo não tendo condições, lhe será dado o direito de arriscar. Por fim, como poderemos analisar a importância de uma avaliação que o instrutor deste condutor oportunizou no processo de aprendizagem (lembrando que o processo é feito quase que na totalidade em suas fazes distintas, a teórica e a prática)?

  62. Juscenir ribeiro Lopes

    Acho válido as auto escolas terem um histórico do Aluno e assim compartilhar com o examinador.
    ,
    ……

  63. Adriana Pereira pinheiro

    Eu concordo,muitas vezes a pessoa dirige tudo certo,porém fica nervosa na hora do exame,e as vezes parece até que eles estão lá justamente pra te reprovar e não para te avaliar.

  64. Antonio Matias

    Kkk. O instrutor vai querer um quebra

  65. Carlos

    Aprendi a dirigir com 16 anos e com 18 modéstia parte já dirigia muito bem, mas quando fui fazer o exame o dono da autoescola perguntou se ia ser com o café ou sem o café…escolhi sem o café e fui reprovado nas armadilhas do examinador….aqui no Brasil ainda há muita corrupção, não vai funcionar….

  66. Wderley carvalho do Amaral

    Concordo plenamente tem que mudar isso,por que tem muita corrupção com esses caras que avalia,

  67. João Gomes Pinheiro

    Boa noite o meu nome e João Gomes motorista de caminhões pesados de de 1975 hoje aposentado mais ainda na ativa não disfazendo do especialista aí mais aqui no Brasil não funciona primeiro o nosso país e o país da propina segundo uma parte dos nossos estrutores de auto escolas não está qualificado para isto se você e motoristas e anda pelas rodovias ou mesmo nos trânsitos urbanos com certeza você já deparou com um veículo de auto escola 🏫 fazendo merda no trânsito etão aí já dar para ter uma noção do problema segudo hoje você pega um motorista que saiu da auto escola ele não define onde e mão e contra mão além eles não sabem nem qual marcha usa para avançar uma longa decida forte conforme o porte do veículo que está conduzindo aí você questiona com eles a resposta e sempre está mais o meu instrutor não min orientou isto não então está explicado tantos acidentes com veículos pesados ou leves em decidas de serras

  68. Banco único de questões para todos os Detrans: isso é possível? - Portal do Trânsito

    […] Educar os futuros condutores não é tarefa fácil. Ainda mais em tempos de mudanças na legislação. O instrutor tem a difícil missão de despertar a noção de consciência cidadã nos candidatos à primeira habilitação. E os alunos, por outro lado, estão preocupados apenas em “atropelar” a parte teórica e ir direto para as aulas práticas. […]

  69. Live 10/06 – Tira-dúvidas: reprovação em exame prático, pneus em caminhões e vaga em condomínio - Portal do Trânsito

    […] reprovado na prova do Detran por parar com o para-choque sobre a faixa de retenção por pouquíssimos centímetros. É legal? […]

  70. Live 25/06 – Portal Convida: Larson Orlando, do Detran/PR, tira dúvidas sobre o exame prático de direção - Portal do Trânsito

    […] Celso Mariano conversa com Larson Orlando, do Detran/PR, sobre o exame prático de direção no processo de formação de condutores. […]

  71. Chamada Live 09/07 – Portal Convida: Larson Orlando, do Detran/PR, volta a tirar dúvidas sobre o exame prático de direção - Portal do Trânsito

    […] Celso Mariano volta a conversar com Larson Orlando, do Detran/PR, sobre o exame prático de direção no processo de formação de condutores. […]

  72. Live 09/07 – Portal Convida: Larson Orlando, do Detran/PR, volta a tirar dúvidas sobre o exame prático de direção - Portal do Trânsito

    […] Celso Mariano volta a conversar com Larson Orlando, do Detran/PR, sobre o exame prático de direção no processo de formação de condutores. […]

  73. Rosely do Carmo Ribeiro

    Concordo plenamente que são os instrutores que deveriam avaliar seus alunos.Tire o exemplo de um professor na sala de aula . Quando chega no final do ano é ele quem avalia qual aluno vai ser aprovado e qual será reprovado.Assim deve ser em uma autoescola é o instrutor que deve avaliar os os alunos. Não tenho nada contra os examinadores .Mas eles nos deixam muito nervosos e com isso muitas das vezes tiramos o pão da boca de nossos filhos para pagar o exame de rua .Nos ajude .

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *