Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

27 de fevereiro de 2024

Para melhorar tráfego no fim de ano, DER diz que BR-277 pode ter nova faixa liberada até o Natal


Por Banda B Publicado 16/12/2022 às 13h05 Atualizado 16/03/2023 às 15h43
 Tempo de leitura estimado: 00:00

A BR-277, rodovia que segue ao Litoral do Paraná, pode ter mais uma faixa liberada para o tráfego de veículos até o Natal. A informação foi dita pelo secretário de Infraestrutura e Logística, Fernando Furiatti, durante entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (16).

Ele comentou sobre como será o andamento das obras, que visam restaurar o fluxo de veículos nos trechos atingidos por deslizamentos devido às forte chuvas que atingiram o Leste do Paraná nos últimos dias.

BR-277
Foto: Rodrigo Felix Leal/SEIL.

Segundo Furiatti, equipes do DER já atuam nos trechos que sofreram com as consequências impostas pelas quedas de terras. O objetivo do departamento é fazer uma avaliação rápida para encontrar a melhor saída voltada à liberação da nova faixa. Atualmente, a rodovia possui duas faixas liberadas aos condutores, uma em cada sentido.

Em um primeiro momento, nós precisamos dar trafegabilidade na rodovia. Sabemos que estes escorregamentos são obras complexas, que não são resolvidos de forma muito rápida, mas, fizemos uma reunião com a nossa equipe técnica e decidimos que iremos dar trafegabilidade à BR-277.

Fernando Furiatti, secretário de Infraestrutura e Logística, em entrevista coletiva.

A coletiva foi feita para comentar o acordo feito pelo Governo do Estado com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para a execução de obras emergenciais nos dois pontos que foram alvo de deslizamentos na BR-277.

Desde o dia 21 de novembro de 2021, a administração desta rodovia é feita diretamente pelo Governo Federal. O Estado ressalta que as obras emergências que fará são nos pontos dos quilômetros 39 e 41. O restante da rodovia segue sob responsabilidade do DNIT. Porém, todos os trabalhos serão feitos em conjunto, de acordo com Furiatti.

Não adianta a gente liberar os ‘nossos escorregamentos’ e a parte do DNIT não ficar concluída. Então, isto nós já estamos tratando com eles. Nós vamos uma operação com painéis de mensagens variáveis, fazer uma sinalização com cones, iluminação noturna, e sistema, eventualmente, de, conforme o tráfego aumenta em um sentido, nós liberamos mais faixas, invertendo o sentido, assim que nós verificarmos esta necessidade.

Fernando Furiatti, secretário de Infraestrutura e Logística, em entrevista coletiva.

Barreiras de concreto serão postas nos pontos para segurar “possíveis problemas ambientais”. O DER, porém, ressalta que o cronograma será afetado com possíveis chuvas.

Temos a previsão de que neste final de semana haverá um volume significativo de chuvas, o que pode mudar o cenário de datas. Então, estamos trabalhando com datas para que, no Natal, já tenhamos maior fluidez na rodovia.

Fernando Furiatti, secretário de Infraestrutura e Logística, em entrevista coletiva.

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *