Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

Cerca de 850 mil veículos devem trafegar nas BRs 101, 386, 448 e Freeway; PRF reforça fiscalização


Por Agora No Vale Publicado 07/06/2023 às 10h04 Atualizado 10/06/2023 às 06h02
Ouvir: 00:00

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deu início à Operação Corpus Christi nas rodovias de todo o país. Neste ano, o foco está nas principais infrações flagradas em operações anteriores durante feriados, como o não uso do cinto de segurança. Estima-se que cerca de 850 mil veículos trafeguem pelas quatro principais rodovias federais no Rio Grande do Sul (BRs 101, 386, 448 e Freeway), em ambos os sentidos, de 7 a 11 de junho.

Para os motoristas que pretendem viajar durante o feriado, a CCR sugere que os usuários programem suas viagens nos horários de tráfego mais calmo: antes das 17h hoje, antes das 10h na quinta-feira e pela manhã de sexta-feira, e antes das 16h no retorno, no domingo, e na segunda-feira pela manhã. Nessas faixas de horário, espera-se um fluxo menor nas rodovias, sem gerar lentidão. Se necessário, o acostamento poderá ser liberado para auxiliar no fluxo do tráfego, desde que os requisitos mínimos de segurança sejam atendidos.

A operação da PRF tem o objetivo de reduzir acidentes e promover a segurança para os viajantes nesse período. Com isso, o foco será a fiscalização. Durante a Operação Dia do Trabalhador, foram registradas 3.515 infrações desse tipo, o que representa um aumento de 28% em comparação com a Operação Semana Santa, na qual foram constatados 2.535 condutores ou passageiros sem o uso do cinto de segurança.

Durante os cinco dias, haverá reforço na fiscalização em todas as rodovias e estradas federais do estado. Com base em estudos estatísticos sobre índices de acidentalidade, a PRF concentrará suas ações no combate a ultrapassagens proibidas, embriaguez ao volante e excesso de velocidade, que estão diretamente relacionados aos acidentes graves nas rodovias do país.

A PRF utilizará radares móveis e etilômetros para evitar que motoristas embriagados e imprudentes coloquem em risco a vida e a saúde de outros condutores. Além disso, a educação para o trânsito será reforçada para conscientizar motoristas e passageiros sobre medidas de segurança que salvam vidas. Equipes especializadas serão responsáveis por combater a prática de ilícitos nas rodovias.

O Comando Rodoviário da Brigada Militar intensificará a fiscalização nas rodovias estaduais, com foco nas ações ostensivas, prevenção de acidentes e repressão da criminalidade. As operações serão realizadas diuturnamente, visando combater o excesso de velocidade, embriaguez ao volante, ultrapassagens proibidas e outras condutas de risco no trânsito.

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *