Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

20 de fevereiro de 2024

Com estabilidade de taludes, liberação da Estrada da Graciosa deve ocorrer nesta quarta-feira


Por Banda B Publicado 10/01/2023 às 13h46 Atualizado 16/03/2023 às 15h43
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Após monitoramento dos taludes atingidos pelos escorregamentos de terra na semana passada, a Estrada da Graciosa (PR-410), pode ser liberada nesta quarta-feira (11). O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) vai implantar a sinalização provisória e proteções contra queda de materiais nestes locais, para então liberar novamente a rodovia.

Foto: DER/Divulgação.

A ideia do DER-PR é liberar a Estrada da Graciosa em meia pista no km 7, km 11+200 e km 11+600. A decisão foi tomada após reunião entre a Prefeitura Municipal de Morretes, engenheiros, técnicos e consultorias.

Os taludes recém-danificados no km 11 não apresentaram deslocamento, de acordo com instrumentação geotécnica de precisão instalada nos locais, permitindo a reabertura parcial do tráfego de veículos. Sinalização vertical e horizontal será implantada nos dois pontos e ao longo da rodovia, visando orientar os usuários quanto às novas restrições.

A recomendação do DER-PR é que o condutor siga com extrema cautela nesses locais, em velocidade reduzida, respeitando a sinalização. E que em períodos de chuva, utilizem a rodovia somente em caso de extrema necessidade, devido aos riscos de novos escorregamentos de terra.

O trecho permanece sendo monitorado pelo DER-PR, enquanto são providenciados os serviços de recuperação dos taludes. Condições climáticas desfavoráveis podem levar ao bloqueio total da pista novamente, visando garantir a segurança dos usuários.

Foto: DER/Divulgação.

Obra

Atualmente estão sendo executados os serviços de reforço e reparo da cortina atirantada que se rompeu no km 7 da rodovia. Esse é um dispositivo de contenção de aterro que garante a estabilidade da plataforma da rodovia. O dano na cortina resultou em degrau no pavimento e trinca de aproximadamente 50 metros de extensão, o que exigiu que a Graciosa fosse totalmente bloqueada para trânsito, garantindo a segurança do usuário e evitando o agravamento da situação.

Na sequência serão executados os reparos no km 8 e no km 12, onde o talude sofreu escorregamento de terra acima do nível da pista, não chegando a danificar o pavimento.

E também serão recuperados o km 11+600, trecho em curva, onde a terra, vegetação e pedras atingiram a pista de baixo e deixaram a pista de cima sem calçamento no aterro, e o km 11+200, onde foi registrado escorregamento de terra no aterro da pista.

Foto: DER/Divulgação.

Bloqueio

Após a liberação parcial do tráfego nesta quarta-feira, o trecho continuará sendo bloqueado após as 18h até as 7h da manhã do dia seguinte, enquanto durar a obra, visando garantir a segurança do usuário. Parte do trecho terá sistema pare-e-siga.

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *