Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

26 de fevereiro de 2024

Deputado pede explicações ao DNIT sobre liberação total da BR-277: ‘É preciso solução urgente’


Por Banda B Publicado 14/03/2023 às 12h03 Atualizado 16/03/2023 às 15h38
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Há cinco meses, o principal acesso ao litoral do Paraná, pela BR-277, tem enfrentado problemas por conta dos bloqueios causados por deslizamentos de terra e queda de barreira. Na semana passada, a rodovia chegou a ficar novamente interditada, por conta de um afundamento de pista. Por conta disso, o deputado federal Luciano Ducci (PSB) cobrou agilidade na solução do problema.

Foto: Rodrigo Félix Leal/SEIL.

Segundo o deputado, a série de eventos, ocasionados pela falta de manutenção e excesso de chuvas, tem causado transtornos a motoristas e, principalmente, a caminhoneiros que carregam a safra de grãos até o Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná.

Isso porque quem precisa trafegar pela BR-277, no trecho da Serra do Mar, enfrenta congestionamentos, bloqueios na pista e muitas incertezas.

A queda de uma barreira em outubro do ano passado ainda dificulta o caminho de quem precisa ir ao litoral, mas o deputado destaca que na última semana a situação ficou ainda pior. O trecho onde houve o afundamento de pista está geologicamente comprometido, segundo avaliação de técnicos.

O deputado disse que a solução precisa ocorrer o quanto antes. Ainda mais pelo tempo que tem levado para que a estrada seja totalmente liberada.

“É fundamental que haja um plano para resolvermos a situação da BR-277. Estamos no pico da safra de grãos e é preciso haja uma solução urgente”.

desabafou o deputado Luciano Ducci, do PSB

BR-277 bloqueada Litoral Paraná
Afundamento de pista na BR-277 piorou a situação. Foto: Reprodução/Divulgação/PRF.

Segundo Luciano Ducci, buscando a solução do problema, ele procurou o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e oficializou o pedido de que as atenções estejam voltadas à BR-277.

“Protocolei hoje um requerimento junto ao DNIT cobrando um prazo para que a situação seja normalizada por completo”.

comentou o deputado Luciano Ducci, do PSB

A reportagem da Banda B procurou o DNIT e aguarda retorno. Segundo o órgão, um posicionamento sobre o assunto deve vir à tarde.

Foto: DER-PR.

Como estão as obras

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) informou, na semana passada, que deu início às obras de recuperação da encosta da BR-277 no km 39 e km 41 em 19 de dezembro, após firmar convênio com o DNIT, autarquia do governo federal, que à época afirmou não contar com os recursos necessários para a empreitada.

Segundo o DER-PR, o departamento tem ajudado a buscar recuperar a trafegabilidade da rodovia federal, corredor logístico para o Porto de Paranaguá. O DER afirma que tem trabalhado, desde o início, para liberar faixas extras de tráfego, sem abrir mão da segurança dos usuários e trabalhadores.

Foto: DER-PR.

Obras do DNIT

O DNIT permanece realizando obra de recuperação do km 42, primeiro local atingido pelas chuvas no ano passado, tendo registrado inclusive escorregamento de rochas. Na semana passada, o DNIT e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) também realizaram bloqueio do km 33 da rodovia, afetado por danos no talude de aterro, sob o pavimento.

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *