Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

27 de fevereiro de 2024

Identificadas vítimas de grave acidente na Serra da Esperança na BR-277


Por Banda B Publicado 02/05/2023 às 07h05
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Foram identificadas como Rafael Bilyk, Eloiza Mazutti Bilyk e Tatiana Valer as vítimas que morreram em um grave acidente na Serra da Esperança, na BR-277, entre Prudentópolis e Guarapuava, na região central do Paraná, na noite desta segunda-feira (1º). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a colisão envolveu dois caminhões e cinco carros*.

vitimas-acidente-serra-da-esperanca (1)
Reprodução Redes Sociais

As duas mulheres eram gerentes de uma agência bancária em Guarapuava. Rafael era marido de Eloiza. Os três estavam no mesmo carro.

Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram o ocorrido. “Vão com Deus amigos. Com certeza o céu está os recebendo com festa. Só Deus sabe de tudo”, escreveu um conhecido.

“Muitas vezes não expressamos em vida para as pessoas o quanto são especiais e importantes pra nós. Com certeza vocês farão muita falta, obrigada por terem me permitido ter a amizade de vocês”, publicou outra.

Colisão fatal

O acidente aconteceu, por volta das 18h30, desta segunda-feira (1º), no km 314, da BR-277, na Serra da Esperança, entre Prudentópolis e Guarapuava. A colisão envolveu duas carretas e cinco carros*. Um dos automóveis pegou fogo.

Além das três mortes, quatro vítimas ficaram feridas e foram encaminhadas para hospitais da região.

Por causa do acidente, o trecho ficou bloqueado até 00h35, sendo desviado em ambos os sentidos.

Os corpos foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal. A polícia vai investigar as causas do acidente.

*Inicialmente a PRF havia informado dois caminhões e três carros*

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

1 comentário

  • Teixeira
    02/05/2023 às 10:47

    Infelizmente por falta de uma fiscalização efetiva e eficaz nas rodovias, muitos caminhoneiros estão rodando com seus veículos de forma irresponsável e fatal para outras pessoas. Isso só irá mudar quando às Polícias Rodoviárias, forem eficaz nas suas fiscalizações. Meus sentimentos aos famíliares das vítimas.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *