Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

04 de março de 2024

Ciclista atropela idosa no Juvevê e deixa local após ver chegada de ambulância; ela quebrou a perna


Por Banda B Publicado 14/02/2023 às 15h56 Atualizado 16/03/2023 às 15h42
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Uma idosa de 66 anos foi atropelada por um ciclista e socorrida em estado grave, na tarde desta terça-feira (14), no bairro Juvevê, em Curitiba. Testemunhas disseram à Banda B que o ciclista “falou que iria trabalhar” ao ver a chegada da ambulância no cruzamento da Avenida João Gualberto com a Rua Constantino Marochi.

idosa atropelada Juvevê
Ciclista atropela idosa no Juvevê e deixa local após ver chegada de ambulância; ela quebrou a perna. Foto: Marcelo Borges/Banda B

O professor Anderson Siqueira falou que o ciclista estava na contramão e a idosa atravessava a pista na faixa de pedestres quando houve o acidente.

Ele quis desviar dela, ela quis voltar, depois adiantou e houve o atropelamento. Então a mulher bateu a cabeça e o quadril no chão. Ficou com muita dor. Por conta da batida na cabeça, a idosa não lembrava de muita coisa. Mas, graças a Deus, lembrou do número do telefone do marido e eu pude entrar em contato.

Anderson Siqueira, testemunha do acidente, em entrevista à Banda B.

Siqueira falou que o ciclista foi imprudente e deveria ter esperado a polícia para explicar o que aconteceu. No entanto, acabou deixando o local.

Ele parou, quis levantar, falou coisas para motivar e que Deus iria ajudá-la. Então, a ambulância chegou, ele disse que iria trabalhar e foi embora. Infelizmente, bicicletas não têm placas. Tinha que esperar a polícia ou o socorro chegar. A culpa não foi dela.

Anderson Siqueira, testemunha do acidente, em entrevista à Banda B.

A mulher quebrou a perna esquerda. Por conta da idade, a idosa foi transportada com rapidez pelo Siate do Corpo de Bombeiros até um hospital de Curitiba.

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *