Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de julho de 2024

Motorista é socorrido de helicópero após ter problema mecânico e ser atropelado na Linha Verde; vídeo


Por Banda B Publicado 20/04/2023 às 10h32
Ouvir: 00:00

Ao ter problemas mecânicos com o carro que dirigia, um homem parou para ver o veículo e acabou atropelado, na manhã desta quinta-feira (20). O acidente aconteceu na Linha Verde, no bairro Pinheirinho, em Curitiba. O homem, que não foi identificado, foi socorrido de helicóptero em estado gravíssimo.

Vídeo: BPMOA/PM.

A reportagem da Banda B apurou que a Saveiro que ele dirigia teve problemas mecânicos. Com o carro parado, ele precisou ver o que estava acontecendo e quando voltava para o veículo foi atingido pelo motorista de uma Fiorino.

Com o impacto, o homem foi arremessado a cerca de 100 metros do local da pancada. Segundo o cabo Jessé, do Corpo de Bombeiros, o acidente foi muito grave.

“Uma situação crítica, um atropelamento gravíssimo, onde a vítima apresentava lesões muito sérias na cabeça e no fêmur, com fraturas diversas pelo corpo”. 

comentou o cabo Jessé, do Corpo de Bombeiros

Os socorristas tiveram um longo período de tentativas de reanimar o homem, antes de colocá-lo na aeronave para ser levado ao hospital.

“Foi investido bastante na vítima, encontrava-se em parada cardiorrespiratória. Após os procedimentos, o coração voltou a bater, durante o atendimento parou novamente, mas agora no fim conseguimos fazer com que a vítima retomasse os batimentos normais”. 

detalhou o cabo Jessé, do Corpo de Bombeiros

Ainda em estado gravíssimo, o homem foi levado pelo helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) ao Hospital do Trabalhador (HT). Ele não foi identificado.

Vídeo: Eliandro Santana/Banda B.

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *