Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

20 de julho de 2024

Álcool e drogas ao volante são problemas que exigem mudanças estruturais


Por Mariana Czerwonka Publicado 26/03/2017 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 22h28
Ouvir: 00:00

Todos os dias cerca de 290 mil pessoas dirigem alcoolizadas no Brasil. A estimativa é do Ministério da Saúde e preocupa o setor público, empresas e entidades da sociedade organizada envolvidas com o trânsito. Os desafios no combate ao uso de álcool e drogas ao volante foram tema de uma grande mesa de debates durante o Congresso Brasileiro da Associação Nacional do Detrans, que aconteceu em Foz do Iguaçu.

Dados apresentados durante a mesa mostram que a grande maioria acidentes envolve vítimas fatais entre 15 a 30 anos. Só no ano passado foram 179 mortes, com 620 feridos graves nesta faixa etária. Até o fim de outubro de 2015, já foram 113 mortes e 466 feridos graves no país.

Assista as palestras sobre o tema:

A discussão contou com a mediação de Antônio Carlos Gouveia que é vice-presidente da AND e diretor-presidente de Alagoas. Assista!

Para o juiz e coordenador do projeto Justiça e Sobriedade no Trânsito, Augusto Gluszcak Junior, o álcool vem causando acidentes, mortes e sofrimento para muitas famílias. A sociedade precisa se organizar para tentar aliviar esse cenário. Assista abaixo a palestra.

Juarez Molinari, que é presidente da Associação Brasileira de Medicina no Trânsito, ressaltou que lamentavelmente temos observado muitos acidentes com consequências graves cujo os motoristas estão sobre a influência de álcool e outras drogas. E na maioria das vezes os envolvidos são jovens.

Para o mestre em sociologia, escritor e especialista em educação e segurança no trânsito, Eduardo Biavati, os hábitos de saúde dos adolescentes no Brasil são um problema complicado de solucionar. Assista a palestra na íntegra.

Para o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Wilson Martines hoje o trânsito brasileiro enfrenta uma epidemia protagonizada pela mistura de álcool, drogas e direção. Veja a palestra abaixo:

Com a reedição da Lei Seca, com penas mais duras, o índice das ocorrências de acidentes de trânsito envolvendo alcoolemia vem diminuindo. Segundo a PRF, nos últimos sete anos tivemos uma queda de 28% nas ocorrências em todo o Brasil. Assista o debate sobre o tema.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *