Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de junho de 2024

Saiba como é feita a manutenção de trens 

Além da checagem necessária antes de cada viagem, a manutenção de trens é algo que deve acontecer periodicamente. Entenda mais neste conteúdo especial


Por Accio Comunicação Publicado 18/05/2024 às 18h00
Ouvir: 00:00

Você já se perguntou como é realizado a manutenção de trens urbanos ou de turismo? De acordo com o consultor de manutenção da Serra Verde Express, José Biazon de Andrade, a equipe responsável realiza checagem recorrente das condições dos trens.  

D-FE0172- Litorina-8211 na estação Marumbi
Foto: Zig Koch/Serra Verde Express.

“Antes da partida de cada trem, é realizado a inspeção de viagem onde é feita a checagem de toda a parte mecânica de todos os veículos. Incluindo testes de freios e engates, etapa essa semelhante aos trens de carga”, destaca. 

Segundo Andrade, essa prática é fundamental para o bom funcionamento dos vagões e locomotivas e para a segurança dos passageiros e profissionais responsáveis pelo veículo. 

“Em cada uma das revisões são executadas os procedimentos com as tarefas determinadas para cada tipo de ativo. Importante salientar que as revisões são cumulativas, sendo elas: inspeção semanal, inspeção mensal, revisão de 40 mil/km, revisão de 120 mil/km e revisão geral”, explica o consultor. 

A Serra Verde Express atua no transporte ferroviário há cerca de 27 anos. O trajeto para o transporte de turistas liga Curitiba (PR) a cidade de Morretes (PR). Vale ressaltar que cada trem possui 25 vagões e capacidade total para 1.200 passageiros. O passeio corta a Serra do Mar em 4 horas de viagem e a velocidade máxima é de 30 km/h.  

Em baixas temporadas, os passeios acontecem sexta, sábado e domingo. Já na alta temporada e em período de férias, os trens são diários. Segundo dados da empresa, 4 milhões de pessoas já passaram pelos trens da Serra Verde Express.  

Peças de trens são encontradas facilmente?

Litorina de Luxo 11
Foto: Serra Verde Express/Divulgação.

Segundo Andrade, essa é uma parte mais dificultosa e que sempre pede atenção da equipe responsável pela manutenção de trens. Devido a quantidade de trens turísticos no país (em especial pela idade da frota) existe uma dificuldade para encontrar peças e componentes para substituição.  

“Em muitos casos, temos que desenvolver fornecedores e novas soluções. Quando isso acontece, ficamos com o ativo parado por bastante tempo o que acaba por elevar muito o custo de nossas operações”, diz o consultor. 

A situação atual da área férrea no Brasil também engata em outro ponto delicado: a falta de profissionais especializados. Para contornar isso, a própria empresa providencia treinamentos e mantém seus equipamentos atualizados. 

“A oficina da Serra Verde tem capacidade para atender seis veículos simultaneamente, sendo muito bem equipada, com ferramentas modernas, mão de obra qualificada, experiente e comprometida o que eleva em muito a confiabilidade da nossa frota”, finaliza Andrade. 

E você, sabia sobre a manutenção de trem? Conte para nós!  

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *