Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

26 de fevereiro de 2024

CNH MS Social habilita primeira candidata PcD do programa

De 250 pessoas com deficiência (PcD) inscritas no Programa CNH MS Social, Eliane Amarilha Guimarães se tornou a primeira a conquistar o documento.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 29/07/2023 às 18h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00
CNH Social MS
Dona Eliane comemora primeira CNH aos 59 anos, graças ao Programa CNH MS Social. Foto: Rachid Waqued

De 250 pessoas com deficiência (PcD) inscritas no Programa CNH MS Social, Eliane Amarilha Guimarães se tornou na tarde desta sexta-feira (21) a primeira a conquistar o documento na categoria B por meio da iniciativa do Governo do Estado executada pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul).

Aos 59 anos e com a CNH em mãos, ela conta que a habilitação era um sonho de consumo que só se realizou graças ao programa. “O programa me possibilitou isso, porque dinheiro hoje em dia tá difícil. Chegou numa boa hora eu só tenho que agradecer ao Detran e a toda equipe de profissionais que me ajudou nessa conquista. Você fica até meio neutralizada porque a emoção é muito grande né? Eu nunca desisti, sempre tive a força, a esperança e a coragem. Nunca desisti desse objetivo de conquistar a minha CNH”. 

Até passar na prova prática de direção veicular, Eliane contabilizava duas reprovações pois não estava bem emocionalmente por algumas dificuldades que enfrentou, como a perda recente da mãe. “Na terceira, Deus abençoou e abriu as portas. O dia da prova começou meio sufocado, mas eu consegui. Eu mentalizei: vou ter que dar uma alegria pro meu professor, se não ele não vai nem querer me ver mais” conta aos risos.

O professor é José Neusvaldo, instrutor PCD do Detran-MS, que também ficou emocionado com a conquista da aluna.

“É sempre uma emoção diferente, você habilitar uma pessoa e saber que todo esse projeto traz dignidade às pessoas. Traz oportunidades de vida que às vezes estão paradas. Principalmente uma pessoa nessa situação de vulnerabilidade, que está aqui querendo uma oportunidade para continuar sua vida de uma forma melhor”.

Mãe de um casal, Eliane conta que foi uma das netas que a inscreveu no programa. Agora com a CNH em mãos, ela planeja juntar dinheiro para comprar um carro e ampliar o comércio dos produtos e cosméticos que ela vende na região do Aero Rancho onde mora. “Agora vou ter que dar um jeito de comprar uma “chimbiquinha”, diz bem humorada. Outro plano, é participar da romaria em honra à Nossa Senhora Aparecida no mês de outubro. “Se minhas pernas permitirem, vou fazer”.

O primeiro edital do Programa CNH MS Social prevê habilitar 5 mil pessoas no Estado, sendo 250 habilitações de Pessoa com Deficiência (PCD).

De acordo com a coordenação do programa no Detran, são 85 em Campo Grande, dos quais 45 já foram convocados para iniciarem o processo.

O diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade destaca o viés social do programa. “Isso é muito significativo para nós. É um programa que gera oportunidades para o cidadão, promove inclusão, assim como melhora o trânsito como um todo. Uma transformação social alinhada com as políticas públicas desenvolvidas pelo governador Eduardo Riedel”.

O diretor-adjunto, Juvenal Neto, também segue a mesma linha. “Nosso objetivo é que esses programas atendam a população mais vulnerável da melhor maneira possível, seja na Capital ou no interior do Estado”.

A diretora de educação para o trânsito, Andrea Moringo, destacou a missão da equipe. 

“Nossa equipe se empenha nessa missão de maneira humanizada, possibilitando às pessoas a realização de sonhos. Um candidato com deficiência é capaz de conduzir um veículo com segurança e habilidade, desde que acredite e respeite seu processo. Essa foi a primeira de muitas CNHs na categoria PCD que entregamos pelo programa CNH MS Social.”

As informações são de Mireli Obando, da Assessoria de Comunicação Detran-MS

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *