Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

04 de março de 2024

Exame prático para tirar a CNH em SP passa a exigir comprovante de vacina


Por Mariana Czerwonka Publicado 21/01/2022 às 11h15 Atualizado 08/11/2022 às 21h16
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Candidatos que passarão pelo exame prático para tirar a CNH em São Paulo deverão apresentar comprovante da vacina contra Covid-19. A norma já está valendo.

Desde ontem (20/01), quem for fazer a prova prática para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em São Paulo terá que apresentar o comprovante de vacina com a imunização completa contra a Covid-19. Ou seja, a norma exige a comprovação das duas doses ou da vacina de dose única.

A determinação do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran/SP) vem após os casos de Covid-19 crescerem no Estado. Foram, por exemplo, mais de 10 mil novos casos no estado somente na última quarta-feira (19/01).

Além dos candidatos à primeira habilitação, a obrigatoriedade da apresentação do comprovante da vacina vale para os examinadores do órgão.

Candidato sem vacina não poderá fazer a prova

Se o futuro condutor não comprovar a imunização no dia da prova, ela terá que remarcar o exame após receber a vacina. Cabe lembrar que, conforme recente decisão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran),  voltou a valer o prazo de 12 meses para concluir o processo de obtenção da CNH.

Como comprovar a vacina contra Covid-19 no exame prático do Detran/SP

Os comprovantes de vacinação aceitos poderão ser tanto os físicos quanto os digitais ConecteSus, do Ministério da Saúde; bem como o Vacivida, do Estado de São Paulo; ou o Esaude-SP, da Prefeitura de São Paulo.

Processo para tirar a CNH

A primeira etapa do processo para tirar a CNH é ser aprovado na avaliação psicológica. Depois disso no exame de aptidão física e mental que avalia a visão, força muscular, coração, pulmões e saúde mental.

Após aprovado nesses exames, o candidato passa por 45 horas/aula de curso teórico (hoje na possibilidade de modalidade remota, devido a pandemia). Dessa forma, se aprovado no exame teórico, começa as aulas práticas.

O curso prático deve ter obrigatoriamente, no mínimo, 20 horas/aula tanto para a categoria A (moto), como para a categoria B (carro). Após a conclusão do curso, o candidato faz a prova prática. Contudo, somente a aprovação em uma etapa permite fazer a seguinte.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *