Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

20 de fevereiro de 2024

Pode tirar CNH A quem não sabe andar de bicicleta? Veja a resposta!


Por Mariana Czerwonka Publicado 13/10/2022 às 11h15 Atualizado 08/11/2022 às 21h02
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Muitos dizem que é impossível realizar aulas para tirar a CNH na categoria A se o aluno não aprendeu a andar de bicicleta. Isso é verdade? Veja a resposta!

Tirar a CNH categoria ACategoria A, é aquela destinada a conduzir veículos automotores de 2 ou 3 rodas, com ou sem carro lateral, como motocicletas, ciclomotores, motonetas, triciclos. Foto: Depositphotos

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria A, é aquela destinada a conduzir veículos automotores de 2 ou 3 rodas, com ou sem carro lateral, como motocicletas, ciclomotores, motonetas, triciclos. Não permite dirigir nenhum outro tipo de veículo automotor. Um candidato a esse tipo de habilitação entrou em contato com o Portal do Trânsito, pois o seu instrutor disse que é impossível realizar aulas para tirar a CNH na categoria A se o aluno não aprendeu a andar de bicicleta. Isso é verdade? O Portal do Trânsito foi atrás da resposta.

Celso Mariano, especialista e diretor do Portal do Trânsito & Mobilidade, diz que faz sentido fazer essa correlação. “São dois veículos cuja estabilidade depende de uma velocidade mínima e portanto, de uma habilidade de quem está conduzindo  no caso da bicicleta, com a força das próprias pernas e no caso de uma moto, com a força do motor. Em ambos os casos, obviamente, a habilidade em manter o equilíbrio é crítica”, argumenta.

Para ele, esse avanço passo a passo de primeiro se equilibrar numa bicicleta para então não ter esta dificuldade ao aprender a andar de moto é fundamental. “Considero possivelmente intransponível. Não conheço ninguém que tenha aprendido direto a andar de moto sem saber andar de bicicleta”, diz.


Leia também:

Tirar a carteira de motorista: veja mitos e verdades sobre o processo de habilitação 

É difícil, mas não impossível

Já Pry Balderramas, instrutora de trânsito especializada em aulas para a categoria A, saber andar de bicicleta facilita o aprendizado, mas não impossibilita que o candidato consiga tirar a CNH.

“Se o candidato já sabe andar de bicicleta, já terá percorrido meio caminho para aprender a pilotar uma moto, pois já possui um equilíbrio em duas rodas e terá noção sobre como se portar em cima da moto. No entanto, nada impede uma pessoa que nunca subiu na bike de sair andando de moto por aí. Claro, depois de algumas aulas com um profissional capacitado, que nesse caso, são os instrutores de trânsito”, diz a especialista.

Ainda segundo a instrutora, ela já teve, inclusive, alunos que sabiam andar de bicicleta e durante as aulas de moto tiveram certa dificuldade. “Mesmo sabendo andar de bicicleta, o candidato apresentava dificuldade em achar o equilíbrio por causa da velocidade e do peso do veículo. Por outro lado, já tive também alunos que aprenderam diretamente nas aulas de moto, não sabiam andar de bicicleta e foi super rápida a adaptação. Vai de pessoa para pessoa”, afirma.

Dicas

Conforme Pry Balderramas, o ponto chave para se aprender a pilotar é o equilíbrio. “Saber como se equilibrar em duas rodas é essencial para andar de moto. Não dá para ficar no meio termo, pois a prova final é toda baseada nisso. Andar de moto é saber se comportar em cima do veículo e no trânsito ao mesmo tempo. Dessa forma, é preciso 100% de equilíbrio e 100% de atenção”, explica.

A instrutora ainda traz uma mensagem positiva.

“Se o candidato não sabe andar de bicicleta, aprender a andar de moto pode ser um pouco intimidador no início, mas não é impossível. Se tiver o equilíbrio, a aula vai render e logo ele estará pilotando sua moto por aí. O importante é não deixar o medo assumir o controle”, aconselha Balderramas.

Segundo a especialista, o segredo para “encontrar” o equilíbrio pilotando motos é lançar o olhar para onde se quer ir. “Por conta da tensão, é comum que os iniciantes fixem a visão para o piso logo à frente da roda, o que gera desequilíbrio e medo. Olhar à frente faz toda a diferença, principalmente quando se está aprendendo. Nesse sentido, o candidato vai aos poucos pegando confiança e controle da situação. A prática leva à perfeição, então se o seu sonho é ser habilitado na categoria A, busque e abuse dos treinos durante as suas aulas dentro do CFC”, finaliza a instrutora.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

5 comentários

  • Sérgio Ricardo De Goes
    11/05/2023 às 07:43

    Situação que varia de pessoa pra pessoa.

  • CLAYTON
    11/05/2023 às 18:56

    Kkķkkk muito fácil a teoria ,agora na prática o equilíbrio é fundamental para as aulas prática de moto.

  • Fabiano henrique
    18/05/2023 às 16:39

    tenho 28 anos e nunca aprendi a andar de bicicleta. Infelizmente meus pais não me ensinaram, ja fui ridicularizado por causa disso.

    • Maciel de Oliveira
      15/08/2023 às 09:30

      Tenho 37 vou comprar uma bike
      Porque decidi que vou aprender.

  • SERGIO
    27/01/2024 às 11:02

    ESSA INSTRUTORA Pry Balderramas É MUITO FRAQUINHA, DOU AULAS DE MOTO A MAIS DE 20 ANOS E ATÉ HOJE NUNCA VÍ ALGUEM ADQUIRIR EQUILIBRIO EM CIMA DE UMA MOTO, NEM COM AS 20 AULAS ANDANDO SÓ EM LINHA RETA ALGUÉM FOI CAPAZ DE ANDAR SEM FICAR COLOCANDO TODA HORA O PÉ NO CHÃO AGORA IMAGINEM NA PISTA KKKKK

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *