Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

02 de março de 2024

5 itens que devem estar em dia com a documentação do seu carro

Existem vários documentos que devem estar em dia do seu carro. Sabe quais são? Vamos falar mais sobre o assunto neste texto


Por Agência de Conteúdo Publicado 26/02/2023 às 18h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Anualmente, são diversos gastos que um dono de veículo tem e, por isso, muitas pessoas podem não saber todos os itens que devem estar em dia com a documentação do seu carro. Por esse motivo, listamos neste artigo os principais.

A frota de carros no Brasil é enorme. Para você ter uma ideia, em 2022, foram emplacados mais de 2 milhões de veículos zero quilômetros, de acordo com números da Anfavea.

Porém, ter um carro vai muito além do que não precisar utilizar de transporte público, não é mesmo? Afinal, são diversas responsabilidades que precisam ser cumpridas para evitar problemas, principalmente, quando o assunto é a documentação do seu carro.

Portanto, pegue um papel e uma caneta e anote os itens que devem estar em dia com a documentação do seu carro.

Saiba quais são os itens que devem estar em dia com a documentação do seu carro

Depois que você tirou o carro da loja, são diversas burocracias que precisam ser cumpridas para que andar com o veículo dentro lei. Por isso, também é importante prestar atenção nas datas de vencimentos e, caso vá trocar de carro, entender se o automóvel que você comprou está com a documentação em dia.

Então, saiba quais são os itens que devem estar em dia com a documentação do seu carro:

1. Seguro auto

Você deve estar pensando que já começamos errado, afinal, o seguro do carro não é um documento, não é mesmo? Porém, ele é um item que deve estar em dia para que, se você precisar utilizá-lo, conseguirá usufruir de todos os benefícios.

Afinal, principalmente, quem mora nas grandes cidades não pode sair de casa sem esta proteção devido aos altos números de roubos de veículos.

2. IPVA e DPVAT

Este aqui também não é um documento, mas se você não pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) não conseguirá emitir o documento do carro com o exercício do ano atual.

O valor deste imposto varia de acordo com cada estado, já que a cobrança é feita baseada em uma porcentagem do valor do carro na tabela Fipe.

O pagamento do IPVA acontece sempre no começo do ano e, em alguns estados, pode ser parcelado em até cinco vezes sem juros.

Em algumas regiões, dependendo do ano do carro, este imposto é isento.

Já o DPVAT (Danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre) também é anual e garante algumas coberturas caso o condutor se envolva em acidente, por exemplo.

Registro de veículo

De acordo com o artigo 123 do CTB, todo carro precisa ter o CRV (Certificado de Registro do Veículo), que é como se fosse um RG do automóvel onde terá as seguintes informações:

  • Qual é o número da placa;
  • Dados do Chassi;
  • Ano e modelo;
  • Tipo de combustível do veículo.

Se por algum motivo você mudar a cor do carro ou de município, o Detran da cidade que o carro está emplacado, deverá ser comunicado para fazer a alteração no CRV.

Importante guardar este documento em um local em que ele não seja danificado porque, quando você for vender o automóvel, precisará apresentá-lo para o comprador.

Mais uma coisa que você deve saber: o CRV não tem prazo de vencimento. Se por algum motivo você perdê-lo, deve-se solicitar a segunda via no Detran.

Licenciamento

Todos os veículos precisam ser licenciados para conseguirem transitar em vias públicas sem ter problemas. Quando você compra um carro zero quilômetro, o primeiro licenciamento acontece junto com o seu registro (que citamos acima) e, após isso, a renovação acontece todo ano.

Importante pontuar que, para licenciar o seu carro, você não poderá ter nenhuma pendência como, por exemplo, multas ou IPVA atrasado.

Caso deixe de pagar esta taxa, você poderá tomar multa e, se parar em uma blitz, por exemplo, terá o carro removido ao depósito.

Carteira de habilitação

De acordo com o CTB, o motorista que anda sem a CNH ou até mesmo com ela vencida tem algumas penalidades, pois é considerada uma infração gravíssima:

  • 7 pontos na carteira de motorista;
  • Pagamento de multa.

E, além disso, ainda terá o veículo retido até a apresentação de condutor habilitado.

Texto de Jeniffer Elaina

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *