Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

6 recursos que a Carteira Digital de Trânsito possui e você não sabia

Assista ao tutorial do Portal do Trânsito mostrando os 6 recursos que a Carteira Digital de Trânsito tem e você não sabia.


Por Mariana Czerwonka Publicado 04/09/2023 às 08h15 Atualizado 05/09/2023 às 10h09
Ouvir: 00:00

Provavelmente você já ouviu falar da Carteira Digital de Trânsito (CDT), aquele aplicativo que possibilita ao condutor apresentar rapidamente, através do celular, um documento oficial com foto, que é a Carteira Nacional de Habillitação (CNH). No entanto, esse aplicativo brasileiro apresenta várias soluções na área de trânsito.

Veja 6 recursos que a Carteira Digital de Trânsito tem e você não sabia.

1 – Indicar o Principal Condutor

Os proprietários de veículos podem indicar através da Carteira Digital de Trânsito quem é a pessoa responsável por conduzir o seu veículo. Com o registro do Principal Condutor na CDT, o condutor habitual passará a ser o responsável pelas infrações de trânsito que cometer. O principal condutor registrado assume a presunção da responsabilidade pelas infrações de trânsito cometidas com o veículo, responsabilidade que cabe ao proprietário.

2 – Venda digital de veículos

O recurso permite realizar a transação comercial sem a obrigatoriedade de reconhecer firma ou assinar contrato em papel, uma vez que esse processo pode ser feito com a assinatura digital do Portal de Serviços do Governo Federal e com o uso de biometria facial. A ferramenta possibilita, ainda, realizar a assinatura digital da Autorização para Transferência de Propriedade de Veículos (ATPV-e) pelo vendedor e pelo comprador, permitindo a comunicação automática da venda por meio do aplicativo CDT, após a autorização do Detran de registro do veículo. No entanto, é importante ficar atento, pois a tecnologia está disponível apenas para veículos com documentação emitida, por qualquer motivo, a partir de 4 de janeiro de 2021.

3- Gerenciamento das infrações de trânsito

Através da CDT é possível verificar e gerenciar as infrações do veículo. Além disso, pagar multas com até 40% de desconto.

4- Compartilhar o CRLV com outras pessoas

Esse recurso permite o compartilhamento do CRLV com até cinco outros aparelhos de celular ao mesmo tempo. A funcionalidade é útil quando um mesmo veículo é utilizado por mais de uma pessoa. Para que o proprietário possa “emprestar” o CRLV Digital para terceiros, essas outras pessoas também devem possuir o aplicativo Carteira Digital de Trânsito em seu celular.

5- Comunicado de Recall

Com o aplicativo instalado, o proprietário do veículo será notificado sobre a necessidade de reparação diretamente pelo celular. A ideia é permitir uma comunicação mais ágil com o proprietário do veículo, agilizar a reparação da falha e evitar a ocorrência de acidentes.

6- Aviso de vencimento da CNH

Com a CDT, além de ter acesso ao histórico de informações do condutor é possível verificar se a carteira está prestes a vencer. Além disso, para os motoristas que possuem CNH nas categorias C, D e E há também o aviso do vencimento do exame toxicológico.

Assista ao tutorial do Portal do Trânsito mostrando os 6 recursos que a Carteira Digital de Trânsito tem e você não sabia.

Como baixar a Carteira Digital de Trânsito

A emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na versão digital, está disponível em todo o país desde 2018, tendo o mesmo valor jurídico do documento impresso. Para conseguir baixar o documento é preciso ter acesso à Carteira Digital de Trânsito (CDT). Esse é o app oficial do Governo Federal que reúne toda a documentação de trânsito de forma digital (CNH, CRLVA e CRV) no celular. Os documentos ficam disponíveis mesmo sem acesso à internet.

Conforme informações da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), para obter o app no celular é simples. Confira o passo a passo:

1) Procure “CDT” na loja de aplicativos de seu celular;

Para baixar via sistema Android:  clique aqui.

Para baixar via sistema iOS: clique aqui.

2) Preencha o cadastro com as suas informações do gov.br;

Após o cadastro, você receberá um link para no e-mail informado.

Caso prefira, também é possível realizar o cadastro no Portal de Serviços da Senatran.

4) Inclua sua CNH com o QR Code que está no verso do documento;

Para conseguir incluir seus documentos dentro da Carteira Digital de Trânsito, sua CNH precisa ter sido emitida a partir de maio/2017. A partir dessa data, todas as CNHs já tem a tecnologia de QR Code e permitem leitura e validação pelo aplicativo Vio.

5) Autentique o cadastro com a validação facial;

6) Inclua o documento do veículo;

7) Acesse o app e faça o login utilizando o CPF assim como a senha cadastrados e usufrua dos benefícios da sua Carteira Digital de Trânsito – CDT.

Cadastro único

É importante lembrar que o sistema só permite o cadastro de uma única Carteira Digital de Trânsito em um mesmo dispositivo, ou seja, não há a possibilidade de a mesma CNH digital estar disponível em mais de um dispositivo. Ao autenticar a CNH digital no segundo aparelho, o dispositivo anterior será desconectado automaticamente.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *