Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de julho de 2024

Novo modelo de etilômetro permite aumento das abordagens em operação de fiscalização

O novo modelo de etilômetro utilizado no Rio Grande do Sul funciona por proximidade e realiza uma espécie de triagem, agilizando as abordagens. 


Por Assessoria de Imprensa Publicado 26/12/2023 às 16h59
Ouvir: 00:00
Novo etilômetro
Novo modelo de etilômetro está sendo utilizado nas blitze do litoral do RS. Foto: Divulgação DetranRS

Mais de 30% de aumento na média mensal das abordagens da Balada Segura e comodidade para os motoristas que não beberam. O novo modelo de etilômetro utilizado pelas equipes do DetranRS funciona por proximidade e realiza uma espécie de triagem, agilizando as abordagens. O chamado bafômetro passivo também está sendo usado nas blitze do litoral, que esse ano mobilizam 19 agentes.  

Funciona da seguinte forma: quando não há vestígios de álcool, já se libera o motorista sem ele sair do carro. Somente no caso de pré-teste positivo, o motorista é convidado a fazer o exame no aparelho convencional, aquele em que é preciso soprar na biqueira e que vai indicar o nível de alcoolemia e as consequências, de acordo com o grau de embriaguez.  

O equipamento vem sendo utilizado pelos agentes de fiscalização de trânsito do DetranRS desde o começo deste 2º semestre. Ele tem agilizado bastante a liberação de condutores. 

Para se ter uma ideia, a média mensal de abordagens dos agentes do DetranRS na Balada Segura, que era de 4,1 mil (janeiro a maio), passou a 5,4 mil após junho de 2023 (junho a novembro). 

O reforço na fiscalização vem junto com a divulgação de um estudo do Detran com a base de resultados dos testes de alcoolemia feitos pelo Instituto-Geral de Perícia (IGP). Ele mostrou um crescimento no índice de condutores mortos no trânsito que tinham álcool no sangue. Em 2022, esse índice foi de 44%, cinco pontos percentuais maior que em 2021, quando houve detecção de álcool em 39% dos condutores mortos.   

Maioria consciente 

Desde do seu lançamento em 2011, inspirada na Operação Lei Seca, do RJ, a Balada Segura se caracteriza por solicitar o teste do etilômetro para todos os abordados. Mas a grande maioria dos abordados tem resultado zero. Para facilitar a vida dessas pessoas, por exemplo, o DetranRS adotou a inovação. Ou seja, se os documentos estiverem certinhos, a abordagem leva em torno de três minutos. 

A intenção do DetranRS é estender o equipamento para os demais municípios conveniados a Balada Segura. Além de agilizar a abordagem para os agentes, é mais conforto para os motoristas conscientes, que não consomem álcool antes de dirigir. 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *