Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

04 de março de 2024

PI: medidas visam facilitar a regularização de motocicletas de até 170 cc

As ações fazem parte de uma série de medidas que beneficiam os condutores de motocicletas dentro de um plano de fiscalização e prevenção no trânsito.


Por Agência de Notícias Publicado 20/02/2023 às 18h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Regularização de motocicletas no Piauí
Ação educativa do Detran/PI. Foto: Divulgação Governo do Estado

O Governo do Estado do Piauí encaminhou à Assembleia Legislativa (Alepi), uma mensagem com um projeto de lei que vai beneficiar a população de baixa renda. O PL pretende facilitar a regularização de motocicletas de até 170 cilindradas, bem como a reduzir taxas de habilitação, além de outras medidas que reforçam a segurança no trânsito.

O anúncio da medida foi feito pelo governador Rafael Fonteles durante reunião, no início do mês, com o secretário de Estado da Fazenda, Emílio Júnior, bem como a diretora-geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Luana Barradas, e o secretário de Estado da Segurança, Chico Lucas.

Dentre as medidas anunciadas por Fonteles, que constarão no projeto de lei, por exemplo, estão:

  • IPVA zerado em 2023;
  • desconto de 90% nas dívidas de IPVA e nas taxas de licenciamento e multas de trânsito da Setrans e do Detran relativas a anos anteriores;
  • taxa Anual de Licenciamento reduzida de R$ 73,44 para R$ 49,00;
  • taxa de primeiro emplacamento reduzida de R$ 148,50 para R$ 99,00;
  • taxa para Carteira de Habilitação para moto (A) reduzida de R$ 302,40 para R$ 199,00;
  • entrega de capacete grátis para o condutor que pagar eventual multa desse ano, pela Setrans/Detran, por conduzir sem capacete.

Essas ações para regularização de motocicletas fazem parte do projeto de fiscalização assim como prevenção no trânsito.

“Os acidentes de trânsito matam centenas de piauienses todos os anos e deixam milhares com sequelas graves. A grande maioria dos acidentes graves envolve motocicletas. Portanto, é imprescindível que os veículos sejam regularizados, os condutores estejam habilitados e utilizando capacete e as regras de trânsito sejam obedecidas. Igualmente importante que seja evitada a combinação de álcool e direção, e os órgãos competentes atuem na educação e na fiscalização de trânsito”, disse Rafael Fonteles ao apresentar as medidas que vão compor o projeto de lei.

Todos os benefícios serão válidos após a aprovação da lei pela Assembleia Legislativa do Piauí.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *