Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

04 de março de 2024

Quais ações devem ser tomadas após um roubo de carga?  

Confira algumas informações úteis para se prevenir contra o roubo de carga e veja como pode se comunicar com a empresa contratante


Por Accio Comunicação Publicado 31/01/2024 às 13h30
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Caminhoneiros fazem paralização em rodovia do Rio de Janeiro
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil.

Você já presenciou algum tipo de roubo de carga? Apesar de ser algo mais comum do que gostaríamos, essa é uma ação criminosa. O País registrou 17.230 roubos de mercadorias transportadas entre janeiro e julho de 2023. O número representa um aumento de 5,5% comparado com o mesmo período de 2022. 

Os números são de um levantamento realizado pela Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística. Os dados mostram que a região Sudeste do Brasil teve o maior número de roubos de carga (85,18%), seguida por Sul (6,12%), Nordeste (4,66%), Centro-Oeste (2,1%) e Norte (1,23%).  

De acordo com o art. 157 do Código Penal, a pena de reclusão para quem roubar cargas no Brasil é de 4 a 10 anos (além da multa).  

Qual a diferença entre furto e roubo? 

Saber a diferença entre furto e roubo é fundamental, pois pode ajudar a diferenciar a culpa durante o Boletim de Ocorrência (BO) e também influenciar o valor da indenização do seguro.  

Para a legislação, um furto representa a ação de subtrair a “coisa alheia” sem o uso de violência ou ameaça. Já o roubo “classifica” o ato de furto realizado por meio de ação violenta.  

O que fazer após um roubo de carga? 

Após enfrentar um roubo de carga, em primeiro lugar, o motorista deve garantir a sua segurança e de quem o está acompanhando. Em segundo lugar, deve comunicar imediatamente a autoridade policial e a seguradora.  

No Boletim de Ocorrência, o condutor deve detalhar com precisão tudo sobre o ocorrido. Os dados descritos precisam conter: local, horário, tipo de carga roubada, características dos criminosos, entre outros pontos cruciais.  

Quanto maior a rapidez de comunicação sobre o roubo, melhor para a autoridade policial realizar a busca e apreensão do culpado.  

Outra recomendação é contratar do Seguro de Responsabilidade Civil Facultativa de Transportador Rodoviário (RCF-DC). Essa modalidade de Seguro traz maior segurança ao transportador em caso de indenização por carga roubada.  

Como proteger o caminhão do roubo de carga? 

br153_jacarezinho_foto_rdziura-0508
Foto: Roberto Dziura/AEN-PR.

Para empresas que prestam serviço de carga, a aquisição de seguro é obrigatória. Atualmente, existem diversas opções de seguro, como o Seguro de Transportes e Seguro de Responsabilidade, por exemplo. Ambas as modalidades preveem indenizações para roubos, furtos e colisões. 

Outro alerta importante é evite compartilhar informações sobre o conteúdo contido no transporte que está fazendo, principalmente nas redes sociais ou para estranhos.  

Por fim, alterar as rotas de viagem também pode ajudar a evitar um roubo de carga.  

E você, sabia dessas recomendações de segurança? Conte para nós!  

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *