Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

22 de fevereiro de 2024

10 dicas para pedalar com segurança

Sempre é necessário respeitar as regras de trânsito, utilizar equipamentos de proteção e escolher locais seguros de locomoção.


Por Mariana Czerwonka Publicado 27/08/2023 às 08h15
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Dicas para pedalar com segurança
Sinalização de ciclorrotas em Curitiba indicam que a via é de trânsito compartilhado. Foto: Pedro Ribas/SMCS

Neste mês de agosto, comemorou-se o Dia Nacional do Ciclista. Essa data faz alusão a uma história triste. Em 2006, nesta data, Pedro Davison, um estudante de biologia prestes a se graduar, foi atropelado por trás em faixa onde era proibida a circulação de veículos e morto em pleno Eixo Rodoviário do Distrito Federal. Pedro tornou-se vítima fatal de um motorista que transgrediu os preceitos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Como o Pedro, todos os dias sabemos de casos de ciclistas vítimas de sinistros de trânsito. De acordo com o Ministério da Saúde, em 2021, últimos dados oficiais disponíveis, 1.381 ciclistas morreram em sinistros de trânsito no Brasil.  Foram 29 ciclistas a mais que em 2020. Se compararmos ano a ano, desde 2016, percebe-se que é um número que ou fica estável ou aumenta. Não há uma queda em nenhum dos anos analisados. A maior parte das vítimas são homens na faixa etária entre 50 e 59 anos.

Para prevenir esse tipo de sinistro e lembrar a data, a Superintendência de Trânsito de Curitiba (Setran) divulgou dicas de segurança aos ciclistas que pedalam pelas ruas.

“A Prefeitura de Curitiba se empenha em promover nas ruas uma convivência harmoniosa entre ciclistas, motoristas e pedestres, sempre ressaltando a necessidade de se respeitar as regras de trânsito, utilizar equipamentos de proteção e locais seguros de locomoção”, diz o órgão.

A cidade conta com uma malha cicloviária de 280,2 km, entre ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas bem como vias compartilhadas. De acordo com o Plano Cicloviário feito pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e pela Setran, até 2025, serão cerca de 400 km por toda a cidade.

Dicas para pedalar com segurança:

1 – Respeite TODA a sinalização de trânsito. As leis de trânsito valem PARA TODOS, incluindo as regras de semáforo, faixa de pedestres e uso de calçadas.

2 – É proibido pedalar na CONTRAMÃO do fluxo de veículos na rua. Quando for necessário pedalar pela via onde trafegam outros veículos, deve-se respeitar o sentido de trânsito, exceto quando estiver utilizando uma estrutura cicloviária bidirecional.

3 – Proibido pedalar nas CANALETAS e FAIXAS exclusivas de ônibus. Além da proibição, as ciclofaixas são mais seguras. Onde não houver o espaço, o ciclista deve usar a rua, com os carros.

4 – Nas calçadas e calçadões DESMONTE da bicicleta. A circulação nestes locais é exclusiva dos pedestres. Só se permite nas calçadas compartilhadas (elas estão sinalizadas).

5 – Não esqueça dos equipamentos obrigatórios: espelho retrovisor, campainha e sinalização refletiva. Esses elementos reforçam a segurança, já que expõem melhor os ciclistas.

6 – Atenção aos acessórios opcionais: capacete, luzes adicionais dianteira e traseira, luvas ajudam muito na segurança, pois diminuem a exposição do corpo a um possível impacto.

7 – NÃO ao celular e ao fone de ouvido. Você precisa estar atento e pode não ouvir um alerta importante.

8 – Use gestos para sinalizar o trajeto. Para virar numa rua? Estique o braço para o lado correto. Vai parar? Sinalize com a mão para cima. Vai seguir em frente? Estique o braço para frente. Dessa forma, você poderá evitará colisões.

9 – Ônibus parado no ponto? A preferência é dos passageiros. Ao passar por ponto de ônibus, evite ultrapassar o veículo. Ou seja, aguarde a entrada/saída dos passageiros.

10 – Nunca PEGUE CARONA em outro veículo. A prática de ser rebocado por outro veículo é perigosa assim como pode acarretar acidentes graves.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *