Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

04 de março de 2024

Detran alerta para perigo do uso do celular por motociclistas

Conforme o órgão é preciso fazer escolhas corretas no trânsito, como respeitar os limites de velocidade, o semáforo, sinalizar corretamente e usar o capacete.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 25/12/2023 às 08h15
 Tempo de leitura estimado: 00:00

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran/ES) faz um alerta sobre os riscos do uso do celular na condução da motocicleta. O objetivo é alertar os motociclistas que são mais vulneráveis no trânsito sobre a importância de fazer escolhas corretas ao trafegar pelas vias e preservar a vida.   

Conforme o órgão é preciso fazer escolhas corretas no trânsito, como respeitar os limites de velocidade, o semáforo, sinalizar corretamente e usar o capacete. Ainda de acordo com o Detran/ES, 48% das vítimas fatais no trânsito do Espírito Santo em 2023 foram motociclistas. Além disso, dados da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) mostram que usar o celular enquanto se conduz um veículo aumenta em até 400% o risco de acidentes. E, ainda, o uso do celular é a 3ª maior causa de mortes no trânsito.  

O diretor geral do Detran/ES, Givaldo Vieira, reforçou o alerta aos condutores.

“Nós sabemos que o celular é um grande aliado no nosso dia a dia e facilita a nossa vida, mas o uso do celular no trânsito, seja por condutores de veículos e até por pedestres, provoca distrações que causam acidentes e mortes. Nosso foco são os motociclistas, que representam quase metade das mortes no Estado, e, especialmente, os entregadores que estão exercendo o trabalho com a moto, muitas vezes com o tempo contado. Nosso alerta é para que eles pilotem obedecendo às leis de trânsito para poderem voltar para casa no fim do dia em segurança”, disse.  

Celular e moto: quase cinco multas por dia aplicadas no Espírito Santo  

O uso do celular por condutores em motocicleta, motoneta ou ciclomotor foi flagrado por agentes de trânsito 1.463 vezes no Estado de janeiro a outubro de 2023. Dessas, 995 autuações ocorreram só nos municípios da Grande Vitória. Os dados já superam o mesmo período do ano passado no Estado, quando foram 1.260 autuações. Na Grande Vitória, os dados superam todo o ano de 2022, quando foram 792 autuações. 

De acordo com o Artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir o veículo utilizando-se de fones nos ouvidos conectados à aparelhagem sonora ou de telefone celular é uma infração média. Com acréscimo de quatro pontos da carteira do condutor e multa de R$ 130,16. Já conduzir segurando ou manuseando telefone celular é infração gravíssima, com sete pontos na carteira e multa de R$ 293,47.  

Ranking  

O ranking de infrações registradas especificamente para motocicletas, motonetas assim como ciclomotores no Estado mostra que muitos condutores fazem escolhas que colocam em risco a própria vida. Isso porque estão mais expostos ao perigo em um veículo de duas rodas, e das demais pessoas nas vias.

Confira o ranking:

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *