Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de julho de 2024

Projetos apresentam dispositivos inovadores para a segurança nas rodovias

Participantes do HackArteris desenvolveram soluções que utilizam tecnologias imersivas com apoio de inteligência artificial e sensores ultrassônicos para evitar acidentes nas rodovias.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 29/12/2023 às 18h00
Ouvir: 00:00

Quando se fala em tecnologia para segurança nas rodovias, geralmente são destacadas as recentes inovações embarcadas em veículos. Porém, cada vez mais as concessionárias de rodovias também investem em formas de proporcionar segurança a usuários e colaboradores que trabalham na pista. Internet das Coisas (IoT), wearables e AI são algumas das tecnologias disruptivas que estão a serviço da mobilidade.

A Arteris administra 3.200 quilômetros de rodovias no Brasil. Ela é uma das empresas que está buscando inovar na proteção à vida de motoristas, passageiros e profissionais. Durante a 1ª edição do HackArteris, houve a solução de três projetos entre 43 soluções enviadas por 229 participantes.

A condução da análise criteriosa ocorreu por uma banca avaliadora composta por gerentes e diretores da companhia.

Em primeiro lugar ficou o projeto Arteris Traffic Signs. Este é um sistema integrado que utiliza a própria frota de veículos da concessionária para realizar testes e análise de dados de reflectância das placas de sinalização com tecnologia dinâmica. Isso permite avaliar de forma mais precisa se a visualização das informações por parte do motorista está adequada. Além disso, ajudará a tornar as sinalizações verticais ainda mai eficientes.

“Geramos uma solução impactante para os usuários e colaboradores das estradas, contribuindo para a criação de um ambiente rodoviário mais seguro”, explicou a engenheira civil Laís Zarpelon, líder da equipe autora do projeto.

Um conjunto de sensores ultrassônicos para alertar sobre invasões de veículos em áreas de trabalho nas pistas faz parte do projeto Alert System. Ele ficou em segundo lugar na maratona. A idealização do projeto é da equipe da líder Anália Emília Barbosa Ferreira de Souza, especialista em robótica. O projeto consiste num aplicativo conectado em tempo real a cones e balizadores que delimitam a área de trabalho e avisam com antecedência para que colaboradores evacuem o local rapidamente caso haja uma ruptura do perímetro.

Sam Adam Hoffmann Conceição, líder do projeto Smart EPI, ficou com o terceiro lugar do HackArteris. Sua equipe aproveitou o avanço da inteligência artificial para potencializar os sentidos dos colaboradores por meio de equipamentos de proteção individual (EPIs) e wearables (tecnologias vestíveis imersivas). Desta forma, colaboradores em atividades externas terão tempo suficiente para tomada de decisões que evitam acidentes pessoais. Ele faz doutorado em Gamificação, Metaverso e Neurofisiologia da Aprendizagem.

“Depois de tanto estudar sobre a segurança dos colaboradores e da importância do seu trabalho nas estradas, mudamos nossa forma de ver as pistas. Moramos próximo à rodovia da Arteris e já começamos a imaginar o que mais poderíamos propor para deixá-los com mais segurança”, comenta o doutorando.

Clique aqui e assista à apresentação dos projetos vencedores que serão desenvolvidos pela companhia, em parceria com seus criadores, para que seja cumprido o objetivo de reduzir o número de acidentes e fatalidades nas rodovias brasileiras.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *