Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de fevereiro de 2024

Saiba quais são as penalidades que a legislação prevê para o uso de pneus carecas

De acordo com a legislação, o uso de pneus carecas representa um risco significativo para a segurança no trânsito.


Por Pauline Machado Publicado 14/08/2023 às 15h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Uso de pneus carecas
Para evitar o uso de pneus carecas, é preciso estar atento ao prazo de validade dos pneus e a profundidade mínima dos sulcos. Foto: Arquivo Tecnodata

Você sabia que a infração por uso irregular dos pneus pode gerar não somente multa a pagar, como também acarreta em pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH)? De acordo com a legislação, o uso de pneus carecas representa um risco significativo para a segurança no trânsito. Isso porque, quando desgastados, têm pouca aderência ao asfalto, o que aumenta consideravelmente as chances de derrapagem.

Logo, em situações de emergência, o condutor encontrará mais dificuldade para frear e para controlar a situação. Sem falar que os pneus quando encontrados nessas condições são mais sujeitos a furar ou estourar, o que pode causar acidentes graves.

Das penalidades

O Código de Trânsito Brasileiro – CTB, estabelece como infração grave conduzir um veículo com pneus carecas. Para tal infração, fica estabelecido no artigo 230, o pagamento de uma multa no valor de R$195,23, além da perda de cinco pontos na CNH. O órgão de trânsito ainda pode reter o veículo até que o proprietário regularize a situação.

Algumas medidas preventivas podem ser tomadas a fim de evitar a infração e o pagamento da multa, assim como a perda dos pontos na carteira e dirigir com mais segurança.

Verificar regularmente as condições dos pneus do veículo é uma delas. É preciso estar atento ao prazo de validade dos pneus, bem como a profundidade mínima dos sulcos, que pela legislação de trânsito é de 1,6 mm. E, nos casos de rasgos ou bolhas, é preciso imediatamente realizar a troca.

Cuidados adicionais com os pneus

Além de circular somente com os pneus dentro do prazo da validade e verificar a profundidade dos sulcos dos pneus, outros cuidados também são de suma importância, a fim de identificar previamente outros possíveis sinais de desgaste, conforme os listados abaixo:

  • Mantenha atenção a eventuais cortes, rasgos ou bolhas na estrutura dos pneus, pois esses danos comprometem a segurança e exigem uma troca imediata;
  • Conserve os pneus sempre calibrados de acordo com as recomendações do fabricante. Lembre que a pressão inadequada também pode afetar o desempenho e a durabilidade dos pneus.
  • Por fim, tenha em mente que medidas preventivas são sempre melhores do que enfrentar as consequências de uma multa, sobretudo de um acidente. Por isso, não postergue a manutenção dos pneus do seu carro.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *