Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

22 de fevereiro de 2024

Operação de Cargas Indivisíveis da PRF fortalece a segurança viária e reduz acidentes

Acidentes envolvendo transporte de cargas indivisíveis podem ter impactos significativos não apenas nos usuários envolvidos, mas também na economia do país.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 16/05/2023 às 18h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Fiscalização PRF transporte de cargas indivisíveis
A ação se tornou necessária devido ao aumento do tráfego de cargas indivisíveis nos últimos anos. Foto: Divulgação PRF.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) implementou a Operação Temática de Fiscalização de Cargas Indivisíveis (OTECI), focada na análise do fluxo desses tipos de cargas nas rodovias federais, com o objetivo de intensificar a presença policial em trechos críticos e diminuir a ocorrência de acidentes graves, além de reduzir o número de vítimas fatais e feridos. A ação se tornou necessária devido ao aumento do tráfego de cargas indivisíveis nos últimos anos.

Com o intuito de garantir a segurança viária e proteger a logística nacional, as operações temáticas relacionadas à fiscalização de cargas indivisíveis são de extrema importância. A PRF reconhece que acidentes envolvendo esse tipo de transporte podem ter impactos significativos não apenas nos usuários envolvidos, mas também na economia do país.

Atualmente, as rodovias federais da região nordeste são as principais vias de trânsito escolhidas pelas transportadoras do setor de energia eólica.

Conforme o órgão, diversos trechos dessa rota estão sob a jurisdição da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal no Ceará (SPRF/CE). No estado, ocorre o transporte diário de pás eólicas com mais de 80 metros de comprimento e outros componentes.

Essa situação afeta a segurança viária, tornando essencial direcionar a fiscalização para esse segmento específico de transporte.

Nesse contexto, a PRF, com base em sua missão de promover a segurança pública e a mobilidade no Brasil, busca assegurar a segurança viária nas rodovias federais como um objetivo estratégico finalístico. A ação, que ocorreu na cidade de Fortaleza e sua região Metropolitana, além da cidade de Aracati, reforça o compromisso da instituição em garantir a segurança viária. Além disso, garantir a consecução do planejamento estratégico da PRF (2020-2028).

A Operação Temática de Fiscalização de Cargas Indivisíveis da PRF ocorreu entre os dias 3 e 13 de maio. Dessa forma, abrangendo um total de 372 pessoas fiscalizadas e 495 veículos vistoriados.

A operação teve como resultados operacionais a lavratura de 746 autos de infração de trânsito. Assim como, recolhimento de 276 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e remoção de 30 veículos.

Além disso, foram realizadas 38 autuações por excesso de peso, totalizando mais de 255 mil kg de excesso. E, também, 62 autos de infração foram emitidos devido ao desrespeito ao tempo de descanso dos motoristas, conforme previsão em lei. Durante a operação, cinco pessoas foram detidas e 17 unidades de anfetaminas foram apreendidas.

Ao fortalecer a presença policial em trechos críticos, a PRF demonstra sua dedicação em tornar as rodovias mais seguras para todos os usuários. A constante busca por aperfeiçoamento e profissionalização no campo da fiscalização de cargas indivisíveis é essencial para enfrentar os desafios em constante evolução. Além disso, garantir a fluidez do tráfego, sem comprometer a segurança.

“Dessa forma, a PRF reafirma seu compromisso com a proteção da vida e com a promoção da segurança viária nas rodovias federais. Através de operações temáticas como a OTECI, a instituição avança em direção à consecução de seu planejamento estratégico, contribuindo para um transporte mais seguro no país”, conclui o órgão.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *