Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

27 de fevereiro de 2024

PRF intensifica fiscalização de caminhões com a suspensão alterada


Por Mariana Czerwonka Publicado 27/10/2013 às 02h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h26
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Suspensão de caminhões

Contran suspendeu autorizações para a alteração até o fim de novembro

A Polícia Rodoviária Federal está intensificando a fiscalização nas rodovias do Paraná para flagrar motoristas de caminhão que tenham mexido na suspensão dos veículos.

Até agosto deste ano, a mudança era permitida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Porém, o órgão decidiu suspender a liberação para analisar a melhor forma de submeter os caminhões às mudanças estéticas.

De acordo com o Contran, a proibição seguirá, pelo menos, até novembro.

O órgão pode decidir se libera ou até mesmo se irá proibir totalmente essa mudança nos caminhões. Durante o período, quem for flagrado com o caminhão irregular pode ser multado em até R$ 127,69, além de resultar na retenção do veículo.

Segundo o inspetor da PRF, Júnior Cavalcanti, a mudança na suspensão reduz a segurança dos caminhões. “Esse veículo perde as características de segurança para a qual ele foi fabricado e ele pode tombar, causar um acidente”, diz.

Quando a alteração era permitida, os donos só precisavam informar as autoridades de trânsito, que incluíam no documento uma ressalva. Como a suspensão é temporária, até o fim da fiscalização, quem for flagrado, mas tiver a ressalva no documento não deve levar multa.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *