Notícias

Agente de Trânsito

PL pretende trazer novamente a informação do município e estado para placas de veículos 

PL pretende trazer novamente a informação do município e estado para placas de veículos
Foto: Divulgação Detran/RS.

Uma das mudanças trazidas pela nova PIV, baseada no modelo Mercosul, é que agora consta apenas o país onde o veículo é registrado.

Placa de Identificação Veicular
Foto: Divulgação Detran/RS.

O Projeto de Lei 279/21 altera o Código de Trânsito Brasileiro para inserir novamente, nas placas dianteira e traseira dos veículos, a identificação dos estados e cidades originárias do veículo. O texto está sendo analisado pela Câmara dos Deputados.

Atualmente, a Placa de Identificação Veicular (PIV), baseada no modelo Mercosul, registra apenas o país de origem do veículo. A decisão aconteceu para evitar que todas as vezes em que o motorista mudasse de cidade, além de fazer um novo registro do veículo no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), precisasse trocar a placa. Mesmo assim, muitos condutores reclamam da falta de informação da cidade ou estado de origem do veículo.

Justificativa

Autor do projeto, o deputado José Airton Félix Cirilo (PT/CE) pretende modificar essa regra para identificar de onde o veículo ‘’ pertence’’, ou seja, a sua cidade e Estado. “É preciso que seja considerado que em um novo sistema de Placas de Identificação Veicular haja a identificação da cidade e Estado de origem do veículo”, diz.

O deputado pede urgência na análise do PL. “Considerado a relevância da matéria apelamos para a imediata deliberação por parte da Casa Legislativa”, finaliza.

 

Artigos Recomendados Para Você

17 Comentários

  1. Samarone Silva

    Gostaria de saber como está o prazo para emplacar os carros novos nessa pandemia?
    Continua podendo rodar por tempo indeterminado ou não?

    1. Mariana Czerwonka

      Samarone

      Não. Veículos adquiridos a partir de 01/12/20 já voltaram a ter prazo normal para emplacamento.

      Equipe Portal

  2. Robertson Freitas Lima

    Até hoje não entendi essa mudança do sistema de emplacamento do Brasil pois até hoje não vi nenhuma placa além da letra “J” entre os números. Estou vendo só séries novas de “R” pra frente. Será que alguém pode me explicar?

  3. Akyra

    Muito bem observado. Além de que é preciso ter a identificação seja ela na placa ou no veículo através de adesivo ou plaqueta para identificar o veículo nas áreas de zona azul. Pois no litoral por exemplo os veículos da cidade não pagam zona azul. E também a falta da identificação atrapalha a identificação do veículo se é turista ou morador local. Então vale ressaltar que essa informação também da mais segurança para que tem comércio e para moradores da região.
    O que também deveria ser levado em conta é que para transferir veículos para uma cidade não deveria ser cobrado taxa alguma visto que no próximo ano quem vai arrecadar já é o próprio município. Serviria de incentivo para que usa carro com placa de cidade anterior de onde morava.

  4. Robson Batista Romano

    Boa tarde meu nome e Robson falo do Rio de Janeiro,gostaria de saber quem vai ter CNH vencida esse ano de 2021 o prazo e de 30 dias para renovar ou vai continuar sendo de um ano como foi no ano de 2021

    1. Mariana Czerwonka

      Robson

      Desde janeiro de 2021 os prazos para renovação voltaram ao normal. Se você quiser continuar dirigindo sem cometer infração, tem até 30 dias para renovar após o vencimento.

      Equipe Portal

  5. José Roberto Bulhões

    Eu só acho que o sistema de trânsito do país e uma porcaria…. primeiro exigiram extintor válidos por 5 anos…
    Depois obrigaram a mudança de placa…
    Agora querem voltar para placa antiga,e não e mais obrigatório o extintor…se dizer no kit primeiro socorro…..
    Que palhaçada,e uma vergonha nosso sistema nacional.

  6. Regina D. Marques

    Observações bastantes relevantes. Sem contar que num acidente ou incidentes, dificultam muito a identificação. Outrossim… espero que se aprovada essa mudança, não tenhamos que pagar um absurdo no valor da placa. No meu caso…acabei de transferir
    de propriedade meu carro, que tinha placa anterior à Mercosul, e não acho barato.
    Eles fazem mudanças e nós pagamos por elas. Mudanças estas que não funcionam e nos obrigam a gastar.

  7. Manoel

    Desnecessário visto que no qr code contém todas essas informações

  8. Erlan

    Isso é só para os governos arrecadarem mais. Todo resto é desculpa para voltar a cobrar a troca e confecção de placas. Nunca será o cidadão que será beneficiado. É o grupinho que lucrava com a confecção reclamando.

  9. Antonio Alves de Oliveira

    Isto estar virando uma bagunça pois só meio de ganhar dinheiro do contribuinte eu não concordo mais mudanças nas placas estes políticos tem caçar alguma coisa mais séria para fazee

  10. Robson Soares

    Com certeza essa reclamação das placas do Mercosul parte das empresas que confeccionam placas e perderam com o fim da troca de placa pra quem muda de estado. Se fosse pra ajudar o povão, ninguém iria mexer com isso.

  11. Fabio

    Boa noite. É muita falta do que fazer,do excelentíssimo Sr deputado. Não fazem nada pra melhorar a vida de quem sustenta esse país. Apouco mudei a placa do meu veículo. Porquê o excelentíssimo Sr deputado não apresenta um projeto de lei aonde todo o dinheiro arrecadado com o IPVA seja usado para a pavimentação e conservação das vias que estão uma vergonha. Só querem que pagamos a conta.

  12. Henrique

    Povo burro, isso é só pra roubar dinheiro toda vez que for transferir o veículo vamos ser obrigados a trocar de placa que é uma roubalheira esses dudas desnecessário

  13. Senya

    Olá! Comprei um veículo, fiz a transferência pro meu nome mas em seguida o vendi sem fazer a alteração da placa para o novo modelo Mercosul. Posso sofrer alguma penalidade por isso? Ou depois da transferência para o novo dono é só ele trocar?

    1. Mariana Czerwonka

      Senya

      Mas houve transferência de município ou estado?

      Equipe Portal

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *