Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

24 de julho de 2024

PM tenta modificar cultura do trânsito com curso online de conscientização


Por Mariana Czerwonka Publicado 18/10/2012 às 03h00 Atualizado 09/11/2022 às 00h01
Ouvir: 00:00

Lançado durante a “Semana Nacional de Trânsito 2012”, o curso online de conscientização no trânsito da Polícia Militar busca ensinar e reforçar práticas para uma circulação mais segura e que, ao fim, conquiste uma diminuição no número de mortes, que hoje é alarmante. Dados da PM apontam que ano passado 4.762 pessoas morreram em acidentes no Estado de São Paulo. De janeiro a agosto deste ano, já foram registradas 3.051 vítimas.

As receitas básicas de segurança sobre rodas não mudam, mas as pessoas continuam se acidentando; trata-se da nona causa de mortes em todo o mundo. Assim, o curso propõe uma nova maneira de estudar o assunto. Para a tenente da Polícia Militar Ana Paula Petter Salles de Carvalho, a mudança de comportamento é conquistada ao passo em que há uma mudança de cultura, “como o cinto de segurança tempos atrás em que não se tinha o hábito de usar, mas que a partir de incentivo em campanhas e cobrança, o costume foi modificado”.

São vários os erros cometidos com frequência e que precisam ser modificados: falar ao celular, transpor sinal vermelho, mudar de faixa sem dar seta. De todas, a mais problemática é dirigir embriagado. Por isso, o curso de conscientização é mais uma ferramenta para que a cultura de beber e dirigir seja modificada. “A gente percebe que é um hábito. A ideia é fazer com que a população entenda que dirigir embriagado pode matar pessoas inocentes, que o ato coloca a vida da própria pessoa em risco e, também, a de terceiros”, explica a tenente.

O curso é interativo e guiado por policiais e uma família que comentam sobre relacionamento, legislação, direção defensiva e primeiros socorros. São três tipos de linguagem: infantil, adolescente e adulto. O público infantil é importante não só para conscientizar futuros motoristas, mas também para que eles próprios deem o exemplo aos seus pais.

Acesse o curso, o cadastro é rápido e ao fim é possível gerar um certificado.

FONTE: Portal do Governo do Estado de São Paulo

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *