Notícias

Notícias

SP é o estado campeão em indenizações por mortes no trânsito 

Da redação do Portal do Trânsito

Levantamento divulgado pela Seguradora Líder aponta que 19% das indenizações ocorreram em São Paulo. A região sudeste representa 38% das indenizações do país

São Paulo é o primeiro estado do Brasil em número de indenizações por mortes no trânsito, segundo balanço anual do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat) divulgado semana passada. O levantamento aponta que o 19% das indenizações pagas por morte no país ocorreram no Estado.

O ranking nacional aponta que depois de São Paulo, Minas Gerais (10%); Paraná (8%); Rio de Janeiro (7%); e Bahia (6%) também representam altos números de indenizações pagas por morte, pelo DPVAT.

De janeiro a dezembro de 2012, a região Sudeste concentrou a maior incidência dos acidentes com vítimas fatais, com destaque para os automóveis (54%), mantendo o mesmo comportamento observado no mesmo período de 2011.

Cabe destacar que a frota de automóveis da região Sudeste representa 56% da frota nacional dessa categoria, enquanto que a do Nordeste, que concentrou a segunda maior incidência, representa 12%.

Região NE lidera em indenizações totais

Ainda de acordo com os dados da Seguradora Líder, a região Nordeste concentrou a maior incidência (29%) de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT. A maioria dos casos (65%), foram de acidentes envolvendo motocicletas, diferentemente do observado em 2011, quando a região Sul foi que concentrou a maior incidência de indenizações pagas (30%) também na categoria de motocicleta (63%). As motocicletas representam 43% da frota de veículos da região Nordeste.

O balanço também mostra que, de janeiro a dezembro de 2012, a região Nordeste concentrou a maior incidência de indenizações pagas (31%) por Invalidez Permanente, predominantemente da categoria de motocicleta (80%), mantendo o comportamento do mesmo período de 2011.

Dados nacionais

O levantamento dos registros do DPVAT registraram crescimento de 39% de indenizações pagas se comparado ao mesmo período de 2011. Os acidentes com motos implicaram em 69% dos pagamentos em todo o País.

Os casos de invalidez permanente representaram a maioria (69%) dos pagamentos pelo Seguro DPVAT no período, mantendo o mesmo comportamento observado no ano anterior e representando um crescimento de 47% em relação às indenizações de 2011. Nos casos de morte, apesar de apresentar um crescimento de 5% em relação a 2011, sua participação em 2012 foi menor na quantidade de sinistros pagos em relação às demais coberturas.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *