Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

OVNI’s no trânsito


Por Álvaro J. Pedroso Publicado 06/02/2018 às 02h00 Atualizado 02/11/2022 às 20h16
Ouvir: 00:00
Foto: Álvaro Pedroso.Foto: Álvaro Pedroso.

Em muitas cidades brasileiras, condutores tem sido surpreendidos ao avistar OVNI’s no trânsito.

Estes OVNI’s – objetos veiculares não identificados transitam em todos os lugares e representam uma ameaça para todos os usuários do trânsito, seja pela falta de equipamentos obrigatórios, ou pela falta de identificação externa, e ainda se deslocam em trajetórias surpreendentes, para lá e para cá, sem avisar a ninguém, não dão sequer um sinalzinho, sabe como? A velha seta?

Outro dia tentei seguir este aí da foto, porém somente consegui alcança-lo porque o semáforo mudou para o vermelho. A via na qual eu trafegava permitia a velocidade máxima de 60 km/h, e para minha surpresa a velocidade deste OVNI superava este limite.

Normalmente eles transitam com um piloto e um navegador, este segue sentado no paralama. Aviso aos transeuntes que ao avistar um destes, afaste-se, pois são uma ameaça real e imediata. Já pensou se ele te bate? E os ocupantes desaparecem? Além de tudo, o OVNI por sua característica, não tem identificação, como então será possível ressarcir o prejuízo?

Pois é, a existência dessas “coisas” veiculares são de conhecimento das autoridades de trânsito e estão autorizadas por lei a trafegar livremente.

Legislação a respeito: CTB, art. 144, Resolução 454/2013 (Os tratores fabricados antes de 01/01/2014 são OVNI’s), categoria de habilitação para conduzi-lo: B, portanto não precisa fazer o exame toxicológico.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *