Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

Portal Convida 26/08: presidente da Feneauto fala sobre novo processo de formação de condutores


Por Mariana Czerwonka Publicado 26/08/2022 às 13h55 Atualizado 08/11/2022 às 21h05
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Celso Mariano recebe Magnelson Carlos de Souza, presidente da Feneauto, para uma conversa sobre a sugestão do Contran para um novo processo de formação de condutores.

Celso Mariano recebe, na Live Portal Convida desta sexta-feira (26/08) às 11h, Magnelson Carlos de Souza, que é presidente da Federação Nacional das Autoescolas e Centros de Formação de Condutores (Feneauto). A conversa será sobre a sugestão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para um novo processo de formação de condutores.

Os temas abordados serão:

  • Minuta do Contran que passa por consulta pública.
  • Curso teórico facultativo na primeira habilitação.

Nesse sentido, as propostas de resolução passarão por consulta pública até dia 08/09/22. Opine aqui!

Acompanhe agora pelo link:

Consulta pública

A Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) colocou em consulta pública as minutas de duas novas resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que substituirão a 789/20. Esta é a norma que regulamenta o processo de formação de condutores. Uma delas dispõe sobre o novo processo de formação de condutores, assim como a outra aprova o “Manual de Formação de condutor”. Dentre algumas mudanças, o Contran sugere tornar o curso teórico facultativo na primeira habilitação, ou seja seria o fim do curso obrigatório.

O Portal do Trânsito fez uma enquete para descobrir a opinião de seus leitores. De acordo com o levantamento, a maioria dos entrevistados é contra a decisão de tornar o curso teórico facultativo. Para 69% -dos 2607 entrevistados- o curso teórico é muito importante para a formação do condutor, ou seja, deve continuar obrigatório. Por outro lado, 31% concordam com a sugestão do Contran de que o curso teórico deve ser facultativo.

A mesma opinião têm os especialistas entrevistados pelo Portal do Trânsito. Todos são unânimes em afirmar que essa decisão poderá afetar não só o processo de formação de condutores, mas a sociedade como um todo.


Leia também:

Curso teórico facultativo na 1ª habilitação: maioria é contra sugestão do Contran 


 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *