Notícias

Agente de Trânsito

Começam os testes de drogômetros nas rodovias federais do país 

Começam os testes de drogômetros nas rodovias federais do país
Os testes serão feitos com motoristas voluntários. - Foto: MJSP
Os drogômetros, que serão testados nas rodovias federais, têm a função de detectar o uso recente de substância psicoativa.
Testes com drogômetros
Os testes serão feitos com motoristas voluntários. – Foto: MJSP

Os testes iniciais para a pesquisa que vai definir os requisitos técnico-científicos para homologação dos drogômetros no Brasil começaram na última terça-feira (03), com a capacitação de policiais rodoviários federais.

Os agentes de segurança pública vão aprender como coletar amostras usando os equipamentos nas rodovias federais. Os aparelhos têm a função de detectar o uso recente de substância psicoativa.

“As tecnologias evoluem e essa é uma ferramenta importante para detecção de drogas psicoativas que alteram a capacidade dos motoristas de dirigirem de maneira mais segura”, afirma o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

Diretrizes

As diretrizes técnico-científicas para o uso dos equipamentos no país estão sendo definidas pelo grupo de trabalho coordenado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) que também conta com a participação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

O secretário Nacional de Políticas Sobre Drogas, Luiz Beggiora, destaca que “é importante salientar que o recurso arrecadado com a venda dos bens apreendidos dos traficantes está sendo utilizado para financiar políticas públicas na área de segurança pública, a exemplo da implantação do drogômetro, que possibilitará a fiscalização de motoristas que usam drogas no trânsito”.

Capacitação

A capacitação dos policiais será feita até o dia 06 de agosto, pela equipe do Hospital das Clínicas de Porto Alegre, por meio do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas. A pesquisa será realizada nas estradas federais de todo o país.

“Essa pesquisa mostra o quanto é fundamental a integração entre os órgãos. Com o alinhamento da pesquisa à prática realizada por nossos policiais, conseguiremos desenvolver um produto capaz de fazer com que as pessoas se sintam mais seguras ao utilizarem nossas estradas”, diretor-geral da PRF, Silvinei Vasques.

Os testes serão feitos com motoristas voluntários. Neste primeiro momento, as amostras positivas não vão configurar infração legal, uma vez que os aparelhos ainda não têm homologação para fiscalização.

Todas as amostras que tiverem o resultado positivo – e uma fração das negativas – serão armazenadas em freezers específicos, já fornecidos pelo MJSP, sendo transportados para análise em laboratório posteriormente.

Os motoristas que apresentarem alterações psicomotoras em decorrência do uso de substância psicoativa serão fiscalizados de acordo com a legislação em vigor e só serão convidados a participar da pesquisa após realizados os procedimentos legais (bafômetro ou recusa, auto de infração e prisão, se for o caso).

Os aparelhos escolhidos para o período de testes foram recebidos pelo Ministério, por meio de cessão de uso gratuito, após processo de chamamento público.

Após os testes, os drogômetros que tiverem a sua eficácia comprovada serão regulamentados pelo Conselho Nacional de Trânsito e pelo Inmetro e poderão ser utilizados em ações de fiscalização do uso de drogas por parte de motoristas, prevenindo acidentes nas vias brasileiras.

O que são drogômetros?

Os drogômetros são dispositivos portáteis utilizados para detecção de substâncias psicoativas, como cocaína, maconha, anfetaminas e outras. A coleta é feita por amostras de fluído oral e não precisa de profissionais especializados, como é o caso da coleta de sangue. Os resultados saem em um período de 5 a 10 minutos após a coleta.

As informações são do Ministério da Justiça e Segurança Pública


Artigos Recomendados Para Você

38 Comentários

  1. Décio

    Muito interessante, porém não passa de mais um teste idiota para os corretos, e verdeiros profissionais., Porquê não precisa ser nenhum gênio, ou de teste algum para numa blitz simples após as 22: 00 horas identificar motoristas visivelmente drogados, sou caminhoneiro há 25 anos e convivo com essa escória maldita tanto maus motoristas como maus policiais, hipocrisia pura! Todos que conhecem a estrada realmente, sabem quais a modalidades em que os motoristas mais utilizam drogas e estimulantes. Mais tem que criar testes para gerar receita. Acorda gado!

  2. William Ribeiro

    Tem que fazer em todos os motoristas e não só em caminhoneiros,

    1. Fernando Faria

      Então a pessoa n pide tomar um remédio tarja preta mesmo fraco?????

    2. Edvaldo Costa

      Primeiro os camioneiros que usam arrebites 😂😂

  3. Antonio Cicero Dourado

    parabéns pela atitude, vai ajudar e muito a limpar as estradas !

    1. Valdir Nunes Pimentel

      É impressionante como as coisas funcionam nesse país, invés de arrumarem o bagaço que são a maioria das estradas brasileira, exemplo a BR 153 ou reforçar a educação nas estradas, buscam maneiras de encurrala e mexe no bolso dos motoristas Brasileiro. Daqui a pouco vão começar a fazer teste em bufa de motoristas. Querem agir comecem duplicando nossas rodovias essas eu sei que matam muitos pais de famílias!!!!

    2. Ivan Adriano de Carvalho

      Parabéns até que enfim alguma coisa pra melhorar estrada

  4. Sergio

    Tá certo por que tem muitas clínicas que cobram pra retirar os fio de cabelo de outras pessoas por que o motorista não passa nu toxicológico

  5. João Carlos

    Principalmente essa playboysada que enche o rabo de drogas e sai dirigindo. Salve os caminhoneiros

  6. Alison aparecido dos santos

    A Política de segurança no Brasil e uma balela uma piada ..sou motorista a 17 anos e sabe oque eu vejo agora um bando de fanfarrão na administração do Brasil …
    1 lei do toxicológico aaaaaaa só pra motorista profissional.
    2 motorista de carro e moto não usa droga e não bebe álcool e nem uma outra drogas ..
    3 motorista colocando no TIk Tok vídeo de paralização para abaixar o preço do pedágio e do óleo ..
    4 obs sabe dique nois precisamos e de respeito onde vamos ,de atitude desses empresas nas contratações que abusada elas são paga uma merda de salário e nós motorista brigando por pedágio e óleo …meu direito de aposentadoria não tem ..meu direito de um salário melhor não tem ..vamos lá gente para de tirar o foco oooooooo. Ajuda aí Datena os caminhoneiros

    5 nós caminhoneiros do Brasil somos abusados por um sistema falido ,um sistema que e uma cúpula de ricos e milhonarios 🌽 donos de empresas transportadora que esfola o motorista …..obs salário melhor para os caminhoneiros condições de trabalho melhor para nós cobrar e fácil fazer e colocar em prática e mais complicado ….nota zero para esse sistema falido …..

    8 não uso droga ,e nem como bala de revólver ..muito menos tenho dinheiro pra isso …na minha casa comemos carne arroz e feijão e preciso colocar laje na minha casa porque meu salário não dá …….alguém aqui vai fala mal do meu comentário vem aqui na minha casa e coloca a laje minha …
    Sou motorista a 17 anos ….

    Lei pra todos carro pequeno e caminhões e motos …não manisfesta a polêmica em cima da classe dos caminhoneiros isso e infantil …

  7. Elias

    Deve ser feito a todos que possui a CNH , tem muitos amadores , que usam drogas e a fiscalização só sabem cair em cima de motoristas profissional ! Devem ser todos fiscalizados !! E o exame de toxicológico dever ser pra todos que tem CNH

  8. Adriano Gomes de mesquita

    Todas as categorias tem fazer o exame não só caminhoes

  9. Valmir Ribeiro Fonseca

    Tem que tira direitos políticos não criar perseguição aos trabalhadores. Essa e a democracia do Bolsonaro

  10. Rodrigo

    Isso tem que ser pra todos , porque a lei não é para que trabalha em rodovias. Tem que ser pra quem tem habilitação como;veículo de pequeno porte é grande porte.

  11. Ailton Fernando morotti

    Ótima atitude da PRF apoio incondicionalmente

  12. Alcimarmartins

    E uma pena que fiscalização só pune o motorista sendo que os mesmo só usam pra poder atender os horários exidos pelas empresas eu sou motorista de caminhão trabalho com entrega no comércio mas não rodo a noite e conheço colegas que saí do Maranhão na sexta feira a noite pra carregar no rio grande do sul segunda aí e lógico que vai tomar alguma coisa pra não dormir mas se for pego só ele que e punido e o patrão dele que mandou ele ir não acontece nada esse é o Brasil que só pune quem trabalha

  13. José M. filho

    Ótimo. Sem álcool e sem drogas atrás do volante. Protejam a família, o maior patrimônio de um país.

  14. Luciano Witkovski

    Parabéns. Eu apóio a atitude. Vai reduzir e muito o índice de acidentes com certeza.

  15. Wesley

    Vou mudar minha categoria só pra me drogar já que tá liberado as categorias a e b fala sério lei de merda que só focaliza trabalhador vergonha esse paiz

  16. ANTONIO JOSE SOUSA GOMES

    Tem que fazer em motorista de carro pequeno tbm pq eles usa droga tbm

  17. Maurilio medeiros

    Demorou muito tempo para chegar o aparelho q fiscaliza e detecta drogas em motoristas profissionais do volante, se e q e profissional. Com essa medida do governo, junto com a PRF de fiscalizar os motorista de caminhão, quem tá de cabeça quente são as grande transportadora q tem certeza q nus seus quadro de funcionários tem um monte de drogados dirijindo suas lindas carretas. E agora se já tava difícil achar o verdadeiro profissional do volante, agora vai ficar pior.

  18. Luiz Moreno

    Parabéns. Vai evitar muitas mortes nas estradas

  19. Agneles

    Agneles

  20. Hélio Simões Medeiros

    Tem que ser feito em todos os motorista nem sempre o responsável pelo acidente é o motorista de caminhão

  21. Edson

    O Brasil precisa de uma fiscalização realmente evicaz seria e sem corrupção,o que nos vê no Brasil é o Famoso jeitinho brasileiro pra se livrar,que é caso da compra do resultado de quem usa drogas e vai renovar a habilitação, precisamos de métodos que realmente funcione pra tirar os dependentes quimicos que matam e saí como anjinhos

  22. Laércio

    Excelente noticia !

  23. Álvaro.

    Parabéns pela a atitude, tem mesmo que fiscalizar todos independente da classificação, só assim teremos certeza quê a Lei é para todos.

  24. Ivan Adriano de Carvalho

    Parabéns até que enfim alguma coisa pra melhorar estrada

  25. Eduardo Xavier

    Caminhoneiros e também nos noias que andam por aí fazendo bobagem, matando cheio de cocaína e maconha na mente, só caminhoneiros aí não né.

  26. Celso domingues

    Olá e quem fiscaliza os policiais quantos policiais tem viciado pra dar certo temos que moralizar a polícia né e garantir a segurança na fonte ok

  27. Ricardo Alves da Silva

    Com esse tipo de fiscalização poderia tirar o teste toxicológico pois já podem diminuir as despesas dos motoristas

  28. Roberto Macedo

    Não resolve! Só más uma fonte de lucro o que resolveria seria a consciência de cada condutor sabendo que pôde causar uma tragédia desnecessária tanto na sua família como de terceiros, sem contar que sempre vai existir corrupção nos órgãos competentes é claro não generalizando.

  29. Josenildo p silva

    Fico feliz em saber que sempre estão incorporando novas leis que vai punir essas pessoas que faz tantas irregularidades no trânsito pessoas que não se preocupa na vida do próximo e nem com a de si mesmo Quero desejar os policiais que vai estar fazendo esse serviço né tá de parabéns que mais uma ferramenta

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Politica de Privacidade.

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']