Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de julho de 2024

Condutor acostumado a dirigir veículo com muita tecnologia embarcada pode estranhar ao dirigir outro menos tecnológico? Veja a resposta!

Atualmente os automóveis estão cada vez mais tecnológicos, são vários os exemplos de recursos e funcionalidades que ajudam- e muito- o condutor.


Por Mariana Czerwonka Publicado 15/06/2023 às 08h15
Ouvir: 00:00
Veículo com tecnologia
Atualmente os automóveis estão cada vez mais tecnológicos. Foto: Depositphotos

Atualmente os automóveis estão cada vez mais tecnológicos. Seja em sua estrutura física – em muitos casos para aumentar a segurança, economia e contribuir com o meio ambiente – seja em tecnologia embarcada no veículo com o objetivo de tornar o ato de dirigir “menos” complicado. Câmera de ré, sensor de estacionamento, controle de desempenho do veículo, sistema de coleta de dados, etc. São vários os exemplos de recursos e funcionalidades que ajudam- e muito- o condutor. No entanto, se este condutor se acostuma com certas facilidades, ao pegar um outro veículo menos tecnológico, é possível que ele se atrapalhe? Esse foi o tema de um dos nossos programas Tira-dúvidas de trânsito.  

Conforme Celso Mariano, especialista e diretor do Portal do Trânsito & Mobilidade, é possível que isso ocorra.

“Um conselho de segurança é que o condutor ‘vista’ o carro antes de sair. Ou seja, procedimentos como colocar o cinto de segurança, ajustar bancos, espelhos, enfim, tudo faz parte de tarefas que vão atribuir segurança e devem ser feitos antes de colocar o veículo em movimento”, explica.

Ainda de acordo com o especialista, veículos que tem comandos manuais podem gerar situações complicadas se o condutor não está acostumado. “Pessoas que trocam de veículo, como por exemplo, pegam o carro da empresa, ou de um amigo ou, ainda, porque efetivamente compraram outro veículo podem se atrapalhar. Por isso que tudo que é possível fazer antes de ligar o veículo, faça. E aquilo que deve ser comandado durante o ato de dirigir tem que ser do conhecimento, da prática do condutor.  Jamais esqueça que você e o veículo fazem esta unidade que dão a segurança nos deslocamentos”, aconselha.

Assista ao comentário completo de Celso Mariano sobre troca de veículo com menos tecnologia, no programa Tira-dúvidas do Portal do Trânsito.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *