Notícias

Notícias

Exames práticos serão gravados no MT 

Exames práticos serão gravados no MT

Exames práticos de habilitaçãoA partir do dia 25 de agosto deste ano, entra em funcionamento, em Cuiabá e Várzea Grande, o sistema de monitoramento eletrônico dos exames práticos de direção veicular, que está sendo implantado pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran/MT). Até setembro, a nova ferramenta entra em operação em outras seis cidades no interior do Estado.

A intenção é tornar o processo de emissão das carteiras de habilitação (CNH) mais transparente e tentar evitar fraudes como a desmantelada anteontem pela Polícia Civil na operação “Narted”, que levou nove pessoas para a cadeia, inclusive, dois servidores do órgão estadual. Ao todo, onze pessoas tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça e outras cinco estão sob suspeita conforme matéria acima.

“Temos hoje o que há de mais moderno em fiscalização eletrônica, não é mais humana. Quando o candidato entra no veículo já começa ser filmado. Já há áudio e vídeo em tempo real. E isso vai trazer, sem dúvida nenhuma, muito mais credibilidade”, acredita o diretor de Habilitação do Detran, Hélio da Silva Vieira.

Atualmente, o exame de prova prática não oferece ao candidato qualquer registro que esclarece dúvidas levantadas sobre o resultado, que será lançado de forma eletrônica. Em alguns municípios do Estado, a taxa de reprovação é superior a 50%.

Para acabar com os inúmeros casos de discordância, o Detran disponibilizará 120 veículos, entre carros e motocicletas, munidos de equipamentos como computador veicular, leitores biométricos, câmeras de alta definição e antenas wireless, que permitirão o monitoramento de todos os exames em tempo real.

Nos carros, por exemplo, serão acopladas cinco câmeras (quatro internas e uma externa), além de outras que serão instaladas ao longo do percurso de circuito de rua. Após conclusão de todas as etapas do teste, o sistema imprime o resultado.+ Em caso de aprovação, a CNH é emitida em até uma hora. Reprovado, o candidato reagenda o novo exame para 15 dias. Hoje, esse prazo é de até dois meses.

Todo processo será acompanhado por pelo menos três examinadores munidos de equipamentos de última geração e interligados entre si. Além disso, caso haja algum defeito, o veículo será substituído imediatamente. Os dados ficarão armazenados por pelo menos 30 dias e poderão ser solicitados, sem ônus, pelo candidato ao Detran.

Administradora 

O sistema será gerido pela empresa Restart Fast Solutions, vencedora de licitação. Atualmente, as autoescolas cobram dos candidatos uma taxa no valor de R$ 104,00 para a realização do teste por conta da disponibilização do veículo, por exemplo. Com a mudança, o valor passará a ser cobrado pela empresa que prestará o serviço.

Contudo, o assunto ainda seria discutido entre os representantes do Detran e das autoescolas, no sentido de que deixem de repassar o custo aos candidatos, que poderão acabar pagando a mesma taxa duas vezes. A reportagem do Diário tentou falar com o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores sobre a questão, mas não conseguiu. O valor arrecadado com a taxa é que custeará todo o sistema.

Interior

Em Cuiabá e Várzea Grande, o sistema inicia operação no dia 25 de agosto próximo. A partir de 1º de setembro, em Rondonópolis, em seguida em Lucas do Rio Verde, Sorriso, Nova Mutum e Sinop (15/09), e depois, em Barra do Garças e Primavera do Leste (22/09). A partir dai, um novo cronograma será estabelecido.

Fonte: Diário de Cuiabá


Artigos Recomendados Para Você

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Politica de Privacidade.

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']